Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2017

Visitação de Maria a sua prima Isabel - Frei Geraldo

Maria, discípula missionária sob a ação do Espírito Santo.
"O Espírito Santo virá sobre ti e o poder do Altíssimo vai te cobrir com a sua sombra: por isso, o santo que nascer de ti será chamado Filho de Deus" Lc 1,35
Encerrando o mês mariano, nos cabe refletir sobre a Visita de Deus em nossas vidas a partir da Sagrada Liturgia de hoje, deste dia 31 de maio no qual celebramos a visita de Maria à sua prima Isabel. Maria continua a nos visitar hoje também, nos trazendo a profecia de um tempo novo.
A Virgem filha de Sião, estar cheia do Espírito Santo, ela vai ao encontro de Isabel sua prima para confirmar a realização da promessa feita por Deus ao povo da Antiga da Aliança, vai pelas montanhas, levando no ventre o Verbo de Deus encarnado, Aquele que veio armar sua tenda entre os seres humanos, Jo 1,14.

São Félix de Nicósia - 31 de Maio

Senhor, que ensinastes o Bem-aventurado Félix a servir-Vos na simplicidade e humildade de coração, concedei-nos a vossa ajuda, para que, imitando os seus exemplos, possamos participar um dia da sua glória, no Céu. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
Félix nasceu em Nicósia, na Itália, em 5 de novembro de 1715 recebendo no batismo o nome de Tiago Amoroso, filho de Filipe Amoroso e Carmela Pirro, de origem humilde e analfabeto. Diz o postulador de sua causa de canonização, padre Florio Tessari: "Órfão de pai desde seu nascimento, era proveniente de uma família que conseguia sobreviver com muita dificuldade". Aprendeu muito cedo a arte de sapateiro, exercendo depois tal ofício, até à idade de 28 anos. Foi deste modo, a principal fonte de sustento para sua família.

Tempo para amar - Madre Teresa de Calcutá

Acredito que o mundo hoje está de ponta cabeça e sofre muito porque existe tão pouco amor no lar e na vida familiar. Não temos tempo para nossas crianças, não temos tempo para nos darmos uns aos outros, não temos tempo para apreciarmos uns aos outros.
O amor começa em casa; o amor habita nos lares e é por isso que existe tanto sofrimento e tanta infelicidade no mundo... Todos, hoje em dia, parecem estar com tanta pressa, ansiosos por grandes desenvolvimentos e grandes riquezas e assim por diante, de modo que as crianças não têm tempo para os pais. Os pais têm pouco tempo para darem-se uns aos outros, e no próprio lar começa a destruição da paz do mundo.
A mais terrível pobreza é a solidão e o sentimento de não ser amado. No mundo existe mais fome de amor e de apreciação do que de pão. Às vezes pensamos que a pobreza é apenas fome, nudez e desabrigo. A pobreza de não ser desejado, não ser amado e não ser cuidado essa sim, é a maior pobreza. É preciso começar em nossos lares o remédio …

Roteiro para Coroação de Nossa Senhora

ACOLHIDA
Boa noite! Hoje nos reunimos para prestar honra a Mãe da Santa Igreja e protetora de todo povo amado por Deus. Nós da Comunidade São Paulo Apóstolo, aproveitamos esse momento e entregamos aos seus cuidados nossa paróquia de São Gerardo com todas as suas comunidades, pastorais, serviços e movimentos.
Jesus mesmo na hora de sua maior agonia não deixou de demonstrar com palavras aquilo que estava mostrando com sua morte, o seu imenso amor pela humanidade. Na cruz Jesus, ao ver sua mãe e, ao lado dela, o discípulo que ele amava, disse: “Maria, eis o teu filho!”
Amados e amadas de Deus com esse gesto Jesus coloca aos cuidados de Maria não só João, mas todos nós, e é em retribuição a esse amor e em reconhecimento a essa Mãe, símbolo de compaixão e ternura que iniciamos esse momento com essa bela canção.

Oração da quarta-feira na 7ª Semana da Páscoa - Igreja Católica

Evangelho Comentado do Dia 31/05/2017 quarta-feira

7ª Semana da Páscoa - 3ª Semana do Saltério Festa: VISITAÇÃO DE NOSSA SENHORA Prefácio da Virgem Maria I - Ofício festivo próprio Glória - Cor: Branco - Ano “A” Mateus
Antífona: Salmo 65,16 - Vinde e escutai todos os que temeis a Deus, e eu vos direi tudo o que o Senhor fez por mim.
Oração do Dia: Ó Deus todo-poderoso, que inspirastes a virgem Maria sua visita a Isabel, levando no seio o vosso Filho, fazei-nos dóceis ao Espírito Santo, para cantar com ela o vosso louvor. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!
Primeira Leitura: Profecia de Sofonias 3,14-18
Canta de alegria, cidade de Sião; rejubila povo de Israel! Alegra-te e exulta de todo o coração, cidade de Jerusalém! O Senhor revogou a sentença contra ti, afastou teus inimigos; o rei de Israel é o Senhor, ele está no meio de ti, nunca mais temerás o mal. Naquele dia, se dirá a Jerusalém: “Não temas, Sião, não te deixes levar pelo desânimo! O Senhor, teu Deus, está no meio de ti, o valente guerrei…

Pedido de Oração: Santa Joana d'Arc - Mártir

Ó Santa Joana d’Arc, vós que, cumprindo a vontade de Deus, de espada em punho, vos lançastes à luta, por Deus e pela Pátria, ajudai-me a perceber, no meu íntimo, as inspirações de Deus.
Com o auxílio da vossa espada, fazei recuar os meus inimigos que atentam contra a minha fé e contra as pessoas mais pobres e desvalidas que habitam nossa Pátria.

Santa Joana d'Arc- Mártir - 30 de maio

Ó Santa Joana d’Arc, vós que, cumprindo a vontade de Deus, de espada em punho, vos lançastes à luta, por Deus e pela Pátria, ajudai-me a perceber, no meu íntimo, as inspirações de Deus. Com o auxílio da vossa espada, fazei recuar os meus inimigos que atentam contra a minha fé e contra as pessoas mais pobres e desvalidas que habitam nossa Pátria. Santa Joana d’Arc ajudai-me a vencer as dificuldades no lar, no emprego, no estudo e na vida diária. Ó Santa Joana d’Arc atenda ao meu pedido (pedido). E que nada me obrigue a recuar, quando estou com a razão e a verdade, nem opressões, nem ameaças, nem processos, nem mesmo a fogueira. Amém!

Aprender a ouvir o Espírito antes de tomar decisões - Papa Francisco

É preciso deixar-se interpelar pelo Espírito Santo, apender a ouvi-lo antes de tomar decisões.
Nesta semana que antecede Pentecostes, a Igreja pede que rezemos para que o Espírito venha no coração, na paróquia, na comunidade. Francisco inspirou-se na Primeira Leitura, que poderíamos chamar de “Pentecostes de Éfeso". De fato, a comunidade de Éfeso tinha recebido a fé, mas não sabia nem mesmo que existisse o Espírito Santo. Eram “pessoas boas, de fé”, mas não conheciam este dom do Pai. Depois, Paulo impôs as mãos sobre eles, desceu o Espírito Santo e começaram a falar em línguas.
O Espírito Santo move o coração
O Espírito Santo, de fato, move o coração, como se lê nos Evangelhos, onde tantas pessoas - Nicodemos, a samaritana, a pecadora - são impulsionados a se aproximar de Jesus justamente pelo Espírito Santo.

É Deus quem nos santifica! - Felipe Aquino

Deus nos criou para Ele; somos as ovelhas do Seu rebanho, diz o Salmista (Sl 99,3). São Paulo disse aos efésios que “Cristo Deus nos escolheu, antes da criação do mundo, para sermos santos e íntegros diante Dele, no amor” (Ef 1,4).
E mais ainda: “Nos predestinamos à adoração como filhos, por obra de Jesus Cristo, para o louvor de sua graça gloriosa, em que nos agraciou no seu amado” (v.6).
Não foi sem razão que Santo Irineu de Lião disse, no segundo século, que “o homem é a glória de Deus”.
Fomos criados para a Sua glória (“Laudem gloriae”). Por isso fomos criados à imagem e semelhança de Deus; à imagem de Jesus Cristo. Mas infelizmente, o pecado original desfigurou em nós essa bela imagem humana e divina.

Oração da terça-feira na 7ª Semana da Páscoa - Igreja Católica

A ação do Espírito Santo - São Basílio Magno

Qual o homem que, ao ouvir os nomes com os quais é designado o Espírito Santo, não eleva seu ânimo e o seu pensamento para a natureza divina? É chamado Espírito de Deus, Espírito da verdade que procede do Pai, Espírito de retidão, Espírito principal e, como nome próprio e peculiar, Espírito Santo.
Volta-se para ele o olhar de todos os que buscam a santificação; para ele tende a aspiração de todos os que vivem segundo a virtude; é o seu sopro que os revigora e reanima para atingirem o fim natural e próprio para que foram feitos.
Ele é fonte da santidade e luz da inteligência; é ele que dá, de si mesmo, uma certa iluminação à nossa razão natural para que encontre a verdade.

Evangelho Comentado do Dia 30/05/2017 terça-feira

7ª Semana da Páscoa - 3ª Semana do Saltério Prefácio Pascal - Oficio Tempo Pascal Cor: Branco - Ano “A” Mateus
Antífona: Atos dos Apóstolos 1,17-18 Eu sou o primeiro e o ultimo, aquele que vive. Estive morto e eis que estou vivo para sempre, aleluia!
Oração do Dia: Ó Deus, de poder e misericórdia, fazei que o Espírito Santo, vindo habitar em nossos corações, nos torne um templo da sua glória. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!
Primeira Leitura: Atos dos Apóstolos 20,17-27
Naqueles dias, de Mileto, Paulo mandou um recado a Éfeso, convocando os anciãos da Igreja. Quando os anciãos chegaram, Paulo disse-lhes: “Vós bem sabeis de que modo me comportei em relação a vós, durante todo o tempo, desde o primeiro dia em que cheguei à Ásia. Servi ao Senhor com toda a humildade, com lágrimas e no meio das provações que sofri por causa das ciladas dos judeus. Nunca deixei de anunciar aquilo que pudesse ser de proveito para vós, nem de vos ensinar publicamente…

Oração da segunda-feira na 7ª Semana da Páscoa - Igreja Católica

Armadura do Cristão - Oração (Efésios 6,10-18)

Quanto ao mais, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder. Vesti a armadura de Deus para poderdes resistir às manobras do diabo. A nossa luta, de fato, não é contra homens de carne e osso, mas contra os principados e as autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra os espíritos do mal, que habitam as regiões celestes. Por isso vesti a armadura de Deus para que, no dia mau, possais resistir e permanecer firmes, superando todas as provas.
Ficai, portanto, bem firmes: cingidos com o cinturão da verdade, vestidos com a couraça da justiça, os pés calçados com o zelo para propagar o evangelho da paz; tende sempre na mão o escudo da fé, e assim podereis apagar as flechas inflamadas do Maligno.

A água viva do Espírito Santo - São Cirilo

A água que eu lhe der se tornará nele fonte de água viva, que jorra para a vida eterna (Jo 4,14). Água diferente, esta que vive e jorra; mas jorra apenas sobre os que são dignos dela. Por que motivo o Senhor dá o nome de "água" à graça do Espírito Santo? Certamente porque tudo tem necessidade de água; ela sustenta as ervas e os animais. A água das chuvas cai dos céus; e embora caia sempre do mesmo modo e na mesma forma, produz efeitos muito variados. De fato, o efeito que produz na palmeira não é o mesmo que produz na videira; e assim em todas as coisas, apesar de sua natureza ser sempre a mesma e não poder ser diferente de si própria. Na verdade, a chuva não se modifica a si mesma em qualquer das suas manifestações. Contudo, ao cair sobre a terra, acomoda-se às estruturas dos seres que a recebem, dando a cada um deles o que necessita.

Santa Úrsula Ledochowska - 29 de maio

Ide ao mundo com o sorriso nos lábios. Ide semear um pouco de felicidade neste vale de lágrimas sorrindo para todos, especialmente para os tristes, para os desanimados diante da vida, para os que estão caindo sob o peso da cruz; Ide sorrindo para eles com aquele sorriso límpido que fala da bondade de Deus. (Madre Úrsula Ledochowska)
"Soubesse só amar! Arder, consumar-se no amor" Júlia Ledochowska nasceu em 17 de abril de 1865em Losdorf, na Áustria, seus pais Antônio e Josefina, eram nobres poloneses. Pertencia a uma família especialmente abençoada. Sua irmã mais velha, Maria Teresa, era religiosa, fundou Congregação de São Pedro Claver e foi inscrita no livro dos santos. O irmão, o padre Vladimiro foi o vigésimo sexto preposto-geral dos jesuítas.

Liturgia Diária Comentada 04/06/2017 DOMINGO DE PENTECOSTES

Liturgia Diária Comentada 04/06/2017 Domingo Solenidade: DOMINGO DE PENTECOSTES Prefácio Próprio - Ofício da Solenidade Glória - Sequência - Creio Cor: Vermelho - Ano “A” Mateus
Antífona: Sabedoria 1,7 O Espírito do Senhor encheu o universo; ele mantém unidas todas as coisas e conhece todas as línguas, aleluia!
Oração do Dia: Ó Deus, que pelo mistério da festa de hoje, santificais a vossa Igreja inteira, em todos os povos e nações, derramai por toda extensão do mundo os dons do Espírito Santo e realizai agora, no coração dos fieis, as maravilhas que operastes no início da pregação do evangelho. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

Liturgia Diária Comentada 03/06/2017 sábado SÃO CARLOS LWANGA

Liturgia Diária Comentada 03/06/2017 sábado 7ª Semana da Páscoa - 3ª Semana do Saltério Memória: SÃO CARLOS LWANGA e COMPANHEIROS - Mártires Prefácio Comum ou dos Mártires - Ofício da Memória Cor: Vermelho - Ano “A” Mateus
Antífona: Apocalipse 12,11 - Eis os santos que venceram graças ao sangue do Cordeiro. Preferiram morrer e renegar o Cristo; por isso reinam com ele para sempre, aleluia!
Oração do Dia: Ó Deus, que fizestes do sangue dos mártires semente de novos cristãos, concedei que o campo da vossa Igreja, regado pelo sangue de são Carlos e seus companheiros, produza sempre abundante colheita. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

Liturgia Diária Comentada 02/06/2017 sexta-feira 7ª Semana da Páscoa

Liturgia Diária Comentada 02/06/2017 sexta-feira 7ª Semana da Páscoa - 3ª Semana do Saltério Prefácio Pascal - Oficio Tempo Pascal Cor: Branco - Ano “A” Mateus
Antífona: Apocalipse 1,5-6 Cristo nos amou e nos lavou dos pecados com o seu sangue, e fez de nós um reino e sacerdotes para Deus, seu Pai, aleluia!
Oração do Dia: Ó Deus, pela glorificação de Cristo e pela iluminação do Espírito Santo, abristes para nós as portas da vida eterna. Fazei que, participando de tão grandes bens, nos tornemos mais dedicados ao vosso serviço e cresçamos constantemente na fé. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

Liturgia Diária Comentada 01/06/2017 quinta-feira SÃO JUSTINO Mártir

Liturgia Diária Comentada 01/06/2017 quinta-feira 7ª Semana da Páscoa - 3ª Semana do Saltério Memória: SÃO JUSTINO Mártir Prefácio Comum ou dos Mártires – Ofício da Memória Cor: Vermelho - Ano “A” Mateus
Antífona: Salmo 118,85.46 - Os pagãos me contaram suas fábulas, mas nada valem perante a vossa lei. Diante dos reis falei de vossa aliança sem me envergonhar, aleluia!
Oração do Dia: Ó Deus, que destes ao mártir são Justino um profundo conhecimento de Cristo pela loucura da cruz, concedei-nos, por sua intercessão, repelir os erros que nos cercam e permanecer firmes na fé. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

Liturgia Diária Comentada 31/05/2017 quarta-feira VISITAÇÃO DE NOSSA SENHORA

Liturgia Diária Comentada 31/05/2017 quarta-feira 7ª Semana da Páscoa - 3ª Semana do Saltério Festa: VISITAÇÃO DE NOSSA SENHORA Prefácio da Virgem Maria I - Ofício festivo próprio Glória - Cor: Branco - Ano “A” Mateus
Antífona: Salmo 65,16 - Vinde e escutai todos os que temeis a Deus, e eu vos direi tudo o que o Senhor fez por mim.
Oração do Dia: Ó Deus todo-poderoso, que inspirastes a virgem Maria sua visita a Isabel, levando no seio o vosso Filho, fazei-nos dóceis ao Espírito Santo, para cantar com ela o vosso louvor. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

Liturgia Diária Comentada 30/05/2017 terça-feira 7ª Semana da Páscoa

Liturgia Diária Comentada 30/05/2017 terça-feira 7ª Semana da Páscoa - 3ª Semana do Saltério Prefácio Pascal - Oficio Tempo Pascal Cor: Branco - Ano “A” Mateus
Antífona: Atos dos Apóstolos 1,17-18 Eu sou o primeiro e o ultimo, aquele que vive. Estive morto e eis que estou vivo para sempre, aleluia!
Oração do Dia: Ó Deus, de poder e misericórdia, fazei que o Espírito Santo, vindo habitar em nossos corações, nos torne um templo da sua glória. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

Evangelho Comentado do Dia 29/05/2017 segunda-feira

7ª Semana da Páscoa - 3ª Semana do Saltério Prefácio Pascal - Oficio Tempo Pascal Cor: Branco - Ano “A” Mateus
Antífona: Atos dos Apóstolos 1,8 - Recebeis a força do Espírito Santo, que descerá em vós, e dareis testemunho de mim até os confins da terra, aleluia!
Oração do Dia: Nós vos pedimos, ó Deus, que venha a nós a força do Espírito Santo, para que realizemos fielmente a vossa vontade e a manifestemos por uma vida santa. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!
Primeira Leitura: Atos dos Apóstolos 19,1-8
Enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo atravessou as regiões montanhosas e chegou a Éfeso. Aí encontrou alguns discípulos e perguntou-lhes: Vós recebestes o Espírito Santo quando abraçastes a fé? Eles responderam: Nem sequer ouvimos dizer que existe o Espírito Santo! Então Paulo perguntou: Que batismo vós recebestes? Eles responderam: O batismo de João.

Liturgia Diária Comentada 29/05/2017 segunda-feira 7ª Semana da Páscoa -

Liturgia Diária Comentada 29/05/2017 segunda-feira 7ª Semana da Páscoa - 3ª Semana do Saltério Prefácio Pascal - Oficio Tempo Pascal Cor: Branco - Ano “A” Mateus
Antífona: Atos dos Apóstolos 1,8 - Recebeis a força do Espírito Santo, que descerá em vós, e dareis testemunho de mim até os confins da terra, aleluia!
Oração do Dia: Nós vos pedimos, ó Deus, que venha a nós a força do Espírito Santo, para que realizemos fielmente a vossa vontade e a manifestemos por uma vida santa. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

Anuário Pontifício 2017 revela os dados da Igreja no mundo

O Anuário Pontifício 2017 e o Anuarium Statisticum Ecclesiae 2015, cuja redação esteve sob a responsabilidade do Departamento Central de Estatística da Igreja foi distribuídos nestes dias nas livrarias. O trabalho de impressão dos dois volumes é da Tipografia Vaticana. Reproduzimos aqui a análise dos dados do L’Osservatore Romano.
Da análise dos dados referidos no Anuário Pontifício pode-se deduzir algumas novidades relativas à vida da Igreja Católica no mundo, a partir de 2016. Como por exemplo: durante o referido período foram eretas quatro novas sedes episcopais, uma eparquia, dois exarcados apostólicos, um ordinariato e um exarcado apostólico foi elevado à eparquia. Os dados do Annuarium Statisticum, por sua vez, relativos ao ano de 2015, fornecem um quadro de síntese dos principais andamentos que interessam o desenvolvimento da Igreja Católica no mundo.
A seguir são descritas as tendências verificadas no quinquênio recém transcorrido, quer dos católicos batizados, quer dos cléri…

Ascensão de Jesus: “Jesus subiu ao céu na presença dos seus discípulos”

A Bíblia diz que “Jesus subiu ao céu na presença dos seus discípulos”. Infelizmente muitas pessoas acreditam literalmente nesta frase. A Bíblia usou neste caso uma linguagem simbólica para explicar um acontecimento verdadeiro. A verdade é que Jesus, depois de ter comprido fielmente a missão que seu Pai o deu aqui na terra foi glorificado por este mesmo Pai. Assim como o vencedor num evento nas Olimpíadas sobe ao pódio e é aclamado por todos os presentes, assim também a Bíblia usa a expressão que Jesus “subiu ao céu e está sentado à direita de Deus” para dizer que o mesmo Jesus, que morreu na cruz, mas ressuscitou, é o vencedor da morte e do pecado, é o grande Salvador da humanidade.
Segundo o teólogo Pe. João Mac Dowell SJ (cf. Religião também se aprende, Editora Santuário, Aparecida, Vol. 5, p.9): “Hoje em dia essa linguagem presta-se a confusões. Muita gente, ouvindo falar do céu, pensa logo num lugar, lá em cima, onde moram Deus e os santos e para onde vão também as almas dos que …

Ninguém subiu ao céu a não ser aquele que de lá desceu - Santo Agostinho

Hoje nosso Senhor Jesus Cristo subiu ao céu; suba também com ele o nosso coração. Ouçamos as palavras do Apóstolo:
Se ressuscitastes com Cristo, esforçai-vos por alcançar as coisas do alto, onde está Cristo, sentado à direita de Deus; aspirai às coisas celestes e não às coisas terrestres(Cl 3,1-2).
E assim como ele subiu sem se afastar de nós, também nós subimos com ele, embora não se tenha ainda realizado em nosso corpo o que nos está prometido. 
Cristo já foi elevado ao mais alto dos céus; contudo, continua sofrendo na terra através das tribulações que nós experimentamos como seus membros. Deu testemunho desta verdade quando se fez ouvir lá do céu: Saulo, Saulo, por que me persegues (At 9,4). E ainda: Eu estava com fome e me destes de comer (Mt 25,35).

São Germano de Paris - 28 de maio

Hoje, Senhor, quero Vos entregar minhas carências afetivas, as vezes em que me senti só, as vezes em que não fui compreendido e até mesmo rejeitado. Inundai-me com Vosso Amor, aquecei meu coração com Vosso afeto Paternal. Das angústias, inseguranças e tristezas, livrai-me Senhor. Amém.
Nascer e prosseguir vivendo não foram tarefas fáceis para Germano. Ele veio ao mundo na cidade de Autun, França, no ano 496. Diz a tradição que sua mãe não o desejava, por isso tentou abortá-lo, mas não conseguiu. Quando o menino atingiu a infância, ela atentou novamente contra a vida dele, tentando envenená-lo, mas também foi em vão.

Oração do 7º Domingo da Páscoa - Ascensão do Senhor

Evangelho Comentado do Dia 28/05/2017 domingo ASCENSÃO DO SENHOR

Liturgia Diária Comentada 28/05/2017 domingo 7ª Semana da Páscoa - 3ª Semana do Saltério Solenidade: ASCENSÃO DO SENHOR Prefácio da Ascensão I ou II - Ofício da Solenidade Glória e Creio - Cor: Branco - Ano “A” Mateus
Antífona: Atos 1,11 Homens da Galiléia, porque estais admirados, olhando para o céu? Este Jesus há de voltar do mesmo modo que o vistes subir, aleluia!
Oração do Dia: Ó Deus todo-poderoso, a Ascensão do vosso Filho já é nossa vitória. Fazei-nos exultar de alegria e fervorosa ação de graças, pois, membros de seu corpo, somos chamados na esperança a participar da sua glória. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

Papa Francisco “Todos os dias se deve aprender a arte de amar” - Angelus

Francisco recordou o Evangelho que nos "leva àquele momento comovente e dramático que é a última ceia de Jesus com os seus discípulos. O evangelista João recolhe da boca e do coração do Senhor os seus últimos ensinamentos, antes da paixão e da morte. Jesus promete aos seus amigos que, depois d’Ele, receberão um outro paráclito, ou seja, um outro “advogado”, defensor e consolador, “o Espírito da verdade”, e acrescenta: “Não vos deixarei órfãos, virei até vocês”.
Estas palavras transmitem a alegria de uma nova vinda de Cristo: Ele, ressuscitado e glorificado, está no Pai e, ao mesmo tempo, vem a nós no Espírito Santo. E nesta sua nova vinda se revela a nossa união com Ele e com o Pai: “Vocês saberão que eu estou no meu Pai e vocês em mim e eu em vocês”.

Santo Agostinho da Cantuária - 27 de Maio

Santo Agostinho da Cantuária intercedei por nós junto a Deus para que jamais temamos abraçar nossa missão e que nos sintamos sempre apoiados pelo poder divino para chegarmos a um feliz termo em nossa jornada. Amém!
Um século após São Patrício ter convertido os irlandeses ao catolicismo, a atuação de Agostinho foi tão importante para a Inglaterra que modificou as estruturas da região da mesma forma que seu antecessor o fizera. No final do século VI, o cristianismo já tinha chegado à poderosa ilha havia dois séculos, mas a invasão dos bárbaros saxões da Alemanha atrasou sua propagação e quase destruiu totalmente o que fora implantado.

A Adoração em Espírito e Verdade - Pe. Raniero Cantalamessa

1. O Concílio Vaticano II: um afluente, não o rio
Nessas meditações quaresmais eu gostaria de continuar a reflexão sobre outros grandes documentos do Vaticano II, depois de meditar no Advento, na Lumen Gentium. Mas creio que é útil fazer uma premissa. O Vaticano II é um afluente, não é o rio. Em seu famoso trabalho sobre "O Desenvolvimento da Doutrina Cristã", o beato Cardeal Newman declarou enfaticamente que parar a tradição em um ponto do seu curso, mesmo sendo um concílio ecumênico, seria torna-la uma morta tradição e não uma “tradição viva”. A tradição é como uma música. O que seria de uma melodia que parasse numa nota, repetindo-a ad infinitum? Isso acontece com um disco que arranha e sabemos o efeito que produz.
São João XXIII queria que o Concílio fosse para a Igreja “como um novo Pentecostes". Em um ponto, pelo menos, essa oração foi ouvida. Após o Concílio houve um despertar do Espírito Santo. Ele não é mais “o desconhecido” na Trindade. A Igreja tornou-se mais…

Dei-lhes a glória que tu me deste - São Gregório

Se o amor expulsa completamente o temor, de tal modo que o temor se transforma em amor, então compreenderemos que a salvação nos é obtida pela unidade. Pois a salvação consiste em estarmos todos unidos, na íntima adesão ao único e sumo bem, pela perfeição que está representada naquela pomba de que nos fala o Cântico dos Cânticos.
É o que parece depreender-se das seguintes palavras: Uma só é a minha pomba, uma só é a minha perfeita; é a única filha de sua mãe, a predileta daquela que lhe deu à luz (Ct 6,9).
No evangelho, a palavra do Senhor no-lo diz ainda mais claramente. Jesus abençoa seus discípulos, dá-lhes todo o poder e concede-lhes os seus bens. Nestes bens incluem-se também as santas expressões que dirige ao Pai. Mas entre todas as palavras que ele diz e as graças que concede, há uma que é a mais importante e como que a fonte e a síntese de tudo o mais. É aquela em que adverte os seus para nunca mais se separarem por divergência alguma no discernimento das atitudes a tomar; ma…

Oração do sábado na 6ª Semana da Páscoa - Igreja Católica

O que significa “DALMÁTICA”

Veste originária da Dalmácia, que simboliza na Igreja a alegria de servir a Deus. Túnica composta de uma longa peça de pano, com uma abertura circular ao centro por onde se introduzia o pescoço a fim de que cada metade da peça cobrisse respectivamente, frente e costas, descendo até a altura dos calcanhares. É colocada sobre a alva e a estola.
A história da dalmática pontifical precede a história da dalmática diaconal. Os primeiros registros do uso da dalmática são dos Imperadores e nobres romanos. Tratava-se de uma túnica branca com duas faixas púrpuras. No âmbito eclesiástico, seu uso a partir do século II se deu na vida civil. Após várias mudanças constituiu veste exclusiva do clero. Fato marcante deste período, São Cipriano retirou a dalmática antes do martírio. No século IV, começou a ser usada como paramento exclusivo do Romano Pontífice. O primeiro papa a usá-la durante as funções litúrgicas foi Silvestre.

Evangelho Comentado do Dia 27/05/2017 sábado 6ª Semana da Páscoa

6ª Semana da Páscoa - 2ª Semana do Saltério Prefácio Pascal - Oficio Tempo Pascal Cor: Branco - Ano “A” Mateus
Antífona: I Pedro 2,9 - Povo resgatado por Deus, proclamai suas maravilhas: ele vos chamou das trevas à luz admirável, aleluia!
Oração do Dia: Ó Deus, inspirai aos nossos corações a prática das boas obras para que, buscando sempre o que é melhor, vivamos constantemente o mistério pascal. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

Mais fiéis e mais eleitos - Pe. Zezinho, scj

Continuo não sabendo ser plenamente dono de mim e prossigo não sabendo ser teu. Por isso meu Senhor, ouve esta minha prece. É prece de quem, às vezes, se comporta como filho especial e único e que age como filho ciumento.
Ajo como se fosses mais meu que dos outros, mas, na verdade, não sou mais seu que os outros os são. Não digo isto abertamente, mas meu comportamento, às vezes, trai estas atitudes. Comigo, milhões de outros crentes que sem o perceber, nas suas pregações e conversas, dão a entender que são melhores do que os outros.
Vejo isso nas pregações de templos, rádio e televisão. Eles foram escolhidos para salvar o mundo que está mais perdido do que eles. Mas, pelo modo como se expressam, eles também estão perdidos. Apostam na seta errada. O teu endereço não é só o templo deles.

Alegrai-vos sempre no Senhor - Santo Agostinho

O Apóstolo manda que nos alegremos, mas no Senhor, não no mundo. Pois afirma a Escritura: A amizade com o mundo é inimizade com Deus (Tg 4,4). Assim como um Homem não pode servir a dois senhores, da mesma forma ninguém pode alegrar-se ao mesmo tempo no mundo e no Senhor.
Vença, portanto, a alegria no Senhor, até que termine a alegria no mundo. Cresça sempre a alegria no Senhor; a alegria no mundo diminua até acabar totalmente. Não se quer dizer com isso que não devamos alegrar-nos, enquanto estamos neste mundo; mas que, mesmo vivendo nele, já nos alegremos no Senhor.
No entanto, pode alguém observar: “Eu estou no mundo; então, se me alegro, alegro-me onde estou”. E daí? Por estares no mundo, não estás no Senhor? Escuta o mesmo Apóstolo, que falando aos atenienses, nos Atos dos Apóstolos, dizia a respeito de Deus e do Senhor, nosso Criador: Nele vivemos, nos movemos e existimos (At 17,28). Ora, quem está em toda parte, onde é que não está? Não foi para isto que fomos advertidos? O Sen…

Oração da sexta-feira na 6ª Semana da Páscoa - Igreja Católica

São Filipe Néri - 26 de maio

Glorioso São Filipe Néri, vós que fostes tão favorecido de Deus em ajudar e consolar os vossos filhos espirituais na hora da sua morte, sede-me advogado e pai, quando me achar naquele tremendo passo. 
Impetrai-me a graça, para que naquela hora o Demônio não me vença, que a tentação não me oprima e que o temor não me desanime.

Evangelho Comentado do Dia 26/05/2017 sexta-feira 6ª Semana da Páscoa

6ª Semana da Páscoa - 2ª Semana do Saltério Memória: SÃO FELIPE NÉRI - Presbítero Prefácio Comum ou dos Pastores - Ofício da Memória Cor: Branco - Ano “A” Mateus
Antífona: Lucas 4,18 - Repousa sobre mim o espírito do senhor; ele me ungiu para levar a boa nova aos pobres e curar os corações contritos.
Oração do Dia: Ó Deus, que não cessais de elevar à glória da santidade os vossos servos fiéis e prudentes, concedei que nos inflame o fogo do Espírito Santo que ardia no coração de são Felipe Néri. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

Audiência: Jesus nos oferece a "terapia da esperança" - Papa Francisco

Em sua catequese, o Pontífice comentou a experiência dos dois discípulos de Emaús, de que fala o Evangelho de Lucas. Dois homens caminhavam desiludidos após a morte de Jesus. Caminhavam tristes, porque viram morrer as esperanças que tinham depositado em Jesus, sendo a cruz erguida no Calvário o sinal mais eloquente da derrota que não tinham previsto.
O encontro de Jesus com os dois discípulos parece casual. Caminham pensativos e um desconhecido se aproxima: é Cristo, que então começa a sua “terapia da esperança”. “Quem a faz? Jesus. Antes de tudo, pergunta e escuta, pois o nosso Deus não é um Deus intrometido”, disse o Papa.
Mesmo conhecendo o motivo da desilusão, deixa que falem de sua amargura. O resultado é uma confissão que mais se parece com um refrão da existência humana: “Nós esperávamos, mas…”.

Gregório VII - Papa e Santo - 25 de maio

Meu Senhor, pelos méritos do Santo papa Gregório VII, eu Vos peço maior fidelidade à Vossa Doutrina e aos Vossos ensinamentos. Peço-Vos perdão pelas vezes em que não colaborei na construção de uma Igreja mais unida e fraterna. Rogo a Virgem Maria, Mãe da Igreja, que interceda por mim junto a Vós, para que meu testemunho seja verdadeiramente cristão. Amém! São Gregório VII, rogai por nós.

A Missão é Amor - Frei Geraldo Bezerra

O Magistério da Igreja à luz do Concílio Vaticano II colocou a Igreja numa nova perspectiva missionária com a constituição dogmática Lumen Gentium, com alguns indicativos para um novo olhar sobre a realidade missionária entre os povos. A Igreja é chamada a ser luz entre as nações, comunicar a mensagem com clareza, a partir da linguagem de cada povo e cultura.
Já o Decreto sobre a Missão da Igreja, nos propõe a missão ad gentes, ir aos povos e regiões que ainda não conhecem Jesus, torna-los participantes da mesma fé em Jesus Cristo.
Há uma urgente necessidade de se conhecer mais profundamente os ensinamentos da Igreja sobre a Missão que Deus lhe confiou ao longo da história da salvação, como se compreendeu e se praticou tal missão entre os diversos povos?

A ascensão do Senhor aumenta a nossa fé - São Leão Magno

Assim como na solenidade pascal a ressurreição do Senhor foi para nós motivo de grande júbilo, agora também a sua ascensão aos céus nos enche de imensa alegria. Pois recordamos e celebramos aquele dia em que a humildade da nossa natureza foi exaltada, em Cristo, acima de toda a milícia celeste, sobre todas as hierarquias dos anjos, para além da sublimidade de todas as potestades, e associada ao trono de Deus Pai. Toda a vida cristã se funda e se eleva sobre uma série admirável de ações divinas, pelas quais a graça de Deus nos manifesta sabiamente todos os seus prodígios. De tal modo isto acontece que, embora se trate de mistérios que escapam à capacidade humana de compreensão e que inspiram um profundo temor reverencial, nem assim vacile a fé, esmoreça a esperança ou esfrie a caridade. 
Nisto consiste, efetivamente, o vigor das grandes almas e a luz dos corações fiéis: crer, sem hesitação, naquilo que não se vê com os olhos do corpo, e fixar o desejo onde a vista não pode chegar. Com…

Oração da quinta-feira na 6ª Semana da Páscoa - Igreja Católica

Evangelho Comentado do Dia 25/05/2017 quinta-feira 6ª Semana da Páscoa

6ª Semana da Páscoa - 2ª Semana do Saltério Prefácio Pascal - Oficio Tempo Pascal Cor: Branco - Ano “A” Mateus
Antífona: Salmo 67,8-9.20 Ó Deus, quando saístes à frente do vosso povo, abrindo-lhe o caminho e habitando entre eles, a terra estremeceu, fundiram-se os céus, aleluia! 
Oração do Dia: Ó Deus, que fizestes o vosso povo participar da vossa redenção, concedei que nos alegremos constantemente com a ressurreição do Senhor. Que convosco vive e reina, na unidade do Espírito Santo. Amém!

O que nos impede de confiar em Deus? - Felipe Aquino

Você anda inquieto e preocupado demais com as necessidades da vida? Pare e leia esta mensagem!
Jesus exigia confiança Nele. Há muitas passagens nos Evangelhos onde Ele recrimina os Apóstolos e outras pessoas por não confiarem Nele plenamente. Ele exigia isso para fazer os milagres. Diante daquela mulher que tinha uma hemorragia contínua ele disse: “Tem confiança, minha filha, tua fé te salvou. E a mulher ficou curada instantaneamente” (Mt 9, 22). Após acalmar aquela tempestade no mar da Galileia, Ele perguntou aos discípulos: “Por que este medo, gente de pouca fé?” (Mt 8,23). Em sua cidade, Nazaré, diz o evangelista São Mateus que “por falta de confiança deles, operou ali poucos milagres” (Mt 13,58).

São Vicente de Lérins - 24 de Maio

Deus, nosso Pai, dai-nos a graça de vos conhecer mais profundamente e fazei-nos viver os apelos do Espírito Santo, como os apóstolos, os santos, os mártires de todos os tempos viveram. Ajudai-nos a fazer a experiência de uma vida inspirada na fé, no amor e na esperança, na luta pela justiça, na promoção da paz, no serviço aos semelhantes, na defesa dos fracos, dos pobres e oprimidos de corpo e alma. Senhor, que ouvis os pobres e os pequeninos, que o vosso Reino aconteça no meio de nós, e que sejamos testemunhas e sinais da vossa presença amorosa no mundo. Por Cristo nosso Senhor. Amém!

Os dias entre a ressurreição e a ascensão do Senhor - São Leão Magno

Caríssimos filhos, os dias entre a ressurreição e a ascensão do Senhor não foram passados na ociosidade. Pelo contrário, neles se confirmaram grandes sacramentos, grandes mistérios foram neles revelados.
No decurso destes dias foi afastado o medo da morte cruel e proclamada a imortalidade não apenas da alma mas também do corpo. Nestes dias, mediante o sopro do Senhor, todos os apóstolos receberam o Espírito Santo; nestes dias foi confiado ao apóstolo Pedro, mais que a todos os outros, o cuidado do rebanho do Senhor, depois de ter recebido as chaves do reino.

Oração da quarta-feira na 6ª Semana da Páscoa - Igreja Católica

Evangelho Comentado do Dia 24/05/2017 quarta-feira 6ª Semana da Páscoa

Liturgia Diária Comentada 24/05/2017 quarta-feira 6ª Semana da Páscoa - 2ª Semana do Saltério Prefácio Pascal - Oficio Tempo Pascal Cor: Branco - Ano “A” Mateus
Antífona: Salmo 17,50;21,23 - Senhor, eu vos louvarei entre os povos, anunciarei vosso nome aos meus irmãos, aleluia!
Oração do Dia: Ó Deus, ao celebrarmos solenemente a ressurreição do vosso Filho, concedei que nos alegremos com todos os santos quando ele vier na sua glória. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

Abrir o coração ao Espírito Santo para testemunhar Jesus - Papa Francisco

Somente o Espírito Santo nos ensina a dizer: “Jesus é o Senhor”.
Francisco desenvolveu sua homilia a partir do longo discurso de Jesus aos seus discípulos na Última Ceia. O Papa falou de modo especial sobre o Paráclito, o Espírito Santo, que – observou – nos acompanha e “nos dá a segurança de sermos salvos por Jesus”. O Espírito Santo é o Defensor enviado por Jesus para nos defender diante do Pai.

Cristo é o vínculo da unidade - São Cirilo de Alexandria

Cada vez que participamos do corpo sagrado de Cristo, unimo-nos a ele corporalmente, como afirma São Paulo ao falar do mistério do amor misericordioso de Deus: Este mistério, Deus não o fez conhecer aos homens das gerações passadas mas acaba de o revelar agora, pelo Espírito, aos seus santos apóstolos e profetas: os pagãos são admitidos à mesma herança, são membros do corpo, são associados à mesma promessa em Jesus Cristo (Ef 3,5-6).
Ora, se todos nós formamos um só corpo em Cristo, não apenas uns com os outros, mas também com aquele que habita em nós pela sua carne, por que não vivemos plenamente esta união existente entre nós e com Cristo? Com efeito, Cristo é o vínculo da unidade, por ser ao mesmo tempo Deus e homem.

A intercessão de Nossa Senhora na hora da morte

"Rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte".
Qual a razão de tanta insistência em pedir que Maria nos assista no fim de nossa vida?
Na oração que tantas vezes dirigimos a Nossa Senhora há duas partes distintas, as quais convém analisar: uma diz respeito ao presente, a outra ao futuro. A primeira muda continuamente no que diz respeito ao tema do pedido; a segunda não varia, roga sempre a mesma graça.
Rogai por nós agora é o pedido da hora presente, cujo objeto será diferente conforme nossas necessidades. Por vezes será a solicitação de uma graça protetora, outras vezes de consolo, às vezes de alívio e de cura de alguma enfermidade.

São João Batista de Rossi - 23 de maio

Senhor, pela intercessão de São João Batista de Rossi, Vos peço o dom da Fortaleza para que eu possa enfrentar, com mansidão, as dificuldades diárias. Com a mesma fé de tão nobre alma, rogo-Vos pela graça de que tanto necessito. Desde já eu Vos agradeço meu Senhor e meu Deus, pelos cuidados que tendes por mim. Amém!
João Batista de Rossi nasceu no dia 22 de fevereiro de 1698, em Voltagio, na província de Gênova, Itália. Filho de Carlos de Rossi e Francisca Anfossi, tinha quatro irmãos. Aos dez anos, foi trabalhar para uma família muito rica em Gênova como pajem, para poder estudar e manter-se. Três anos depois, transferiu-se, definitivamente, para Roma, morando na casa de um primo que já era sacerdote e estudando no Colégio Romano dos jesuítas. Lá se doutorou em filosofia, convivendo com os melhores e mais preparados de sua geração de clérigos. Depois, os cursos de teologia ele concluiu com os dominicanos de Minerva.

Oração da terça-feira na 6ª Semana da Páscoa - Igreja Católica

Evangelho Comentado do Dia 23/05/2017 terça-feira 6ª Semana da Páscoa

6ª Semana da Páscoa - 2ª Semana do Saltério Prefácio Pascal - Oficio Tempo Pascal Cor: Branco - Ano “A” Mateus
Antífona: Apocalipse 19,7.6 Alegremo-nos, exultemos e demos glória a Deus, porque o Senhor todo-poderoso tomou posse do seu reino, aleluia!
Oração do Dia: Ó Deus, que o vosso povo sempre exulte pela sua renovação espiritual. Alegrando-nos hoje porque adotados de novo como filhos de Deus, esperamos confiantes e alegres o dia da ressurreição. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

Evangelho Comentado do Dia 22/05/2017 segunda-feira 6ª Semana da Páscoa

Liturgia Diária Comentada 22/05/2017 segunda-feira 6ª Semana da Páscoa - 2ª Semana do Saltério Prefácio Pascal - Oficio Tempo Pascal Cor: Branco - Ano “A” Mateus
Antífona: Romanos 6,9 O Cristo, ressuscitado dos mortos, já não morre; a morte não tem mais poder sobre ele, aleluia!
Oração do Dia: Concedei, ó Deus, que vejamos frutificar em toda a nossa vida as graças do mistério pascal, que instituístes na vossa misericórdia. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

Pedido de Oração: Santa Rita de Cássia - 22 de maio

Ó Deus, que Vos dignastes comunicar a Santa Rita tanta graça, que Vos imitou no amor aos seus inimigos, trazendo no seu coração e na sua fronte os sinais da Vossa caridade e Paixão, nós Vos rogamos nos concedais, por sua intercessão e méritos, amar os nossos inimigos e contemplar continuamente, com o espinho da compunção, as dores da Vossa paixão.
Vós que viveis e reinais pelos séculos. Amém! Santa Rita de Cássia, rogai por nós!

Santa Rita de Cássia - 22 de maio

Ó Deus, que Vos dignastes comunicar a Santa Rita tanta graça, que Vos imitou no amor aos seus inimigos, trazendo no seu coração e na sua fronte os sinais da Vossa caridade e Paixão, nós Vos rogamos nos concedais, Por sua intercessão e méritos, amar os nossos inimigos e contemplar continuamente, com o espinho da compunção, as dores da Vossa paixão. Vós que viveis e reinais pelos séculos. Amém.

O Espírito Santo nos renova pelo batismo - Dídimo de Alexandria

O Espírito Santo, que é Deus juntamente com o Pai e o Filho, nos renova pelo batismo; e do nosso estado de imperfeição, reintegra-nos na beleza primitiva. Torna-nos de tal forma repletos de sua graça, que não podemos admitir em nós qualquer coisa que não deva ser desejada. Além disso, liberta-nos do pecado e da morte. E de terrenos que somos, quer dizer, feitos do pó da terra, nos faz espirituais, participantes da glória divina, filhos e herdeiros de Deus Pai.
Faz-nos ainda conformes à imagem do Filho, seus coerdeiros e irmãos, destinados a ser um dia glorificados e a reinar com ele. Em vez da terra, dá-nos de novo o céu, abre-nos generosamente as portas do paraíso, honra-nos mais do que os próprios anjos. E com as águas divinas do batismo, apaga as imensas e inextinguíveis chamas do inferno.

Oração da segunda-feira na 6ª Semana da Páscoa - Igreja Católica

Comunhão Sacrílega, o que significa?

“Portanto, todo aquele que comer do pão ou beber do cálice do Senhor indignamente, será culpado contra o corpo e o sangue do Senhor. Examine-se cada um a si mesmo e, assim, coma do pão e beba do cálice; pois, quem come e bebe sem distinguir devidamente o corpo, come e bebe sua própria condenação. É por isso que há entre vós muitos enfermos e doentes, e não poucos têm morrido.”(1Cor 11,27-30)