Pular para o conteúdo principal

A Missão dos leigos na Igreja e no Mundo

Hoje mais do que nunca, se faz necessário buscar inserir o povo de batizados na missão evangelizadora da Igreja, uma Igreja convidada a estar em contínuo processo de saída, sair pelas estradas geográficas e muito mais ainda, pelas estradas e ou periferias existências, como nos pede o Papa Francisco na sua exortação EG recordando o apelo do Papa João XXIII que já falava de tais periferias como os lugares da presença da Igreja.

Celebramos neste domingo dia 23 de agosto, a vocação dos leigos e leigas na Igreja, esse grande dom de Deus para a humanidade. Recordo-me da conferência com o Cardeal Dom João de Avis no dia 19 deste mês na Catedral, dirigida aos religiosos (as) da grande São Paulo, o mesmo nos recordava algo muito importante quando partilhava conosco sobre o Evangelho como parte integrante da missão da Igreja, ele nos dizia que o Papa Francisco, falou o seguinte: 


O Evangelho não deve ser o que caracteriza a vida religiosa consagrada, mas, a vida de todo cristão” 

o Evangelho é uma exigência para todos, não é privilégio de uma classe de cristãos, mas, é uma exigência, é uma proposta de vida para o cristão. Por isso, a missão dos leigos (as), necessariamente, passa pela vivência e intimidade com o Evangelho a fim de que seja anunciado em todas as partes, também no mundo da política. O próprio Papa Francisco, nos diz que é necessário se meter na política e vê-la como expressão da caridade evangélica.

O Concílio Vaticano II, na Constituição dogmática sobre a Igreja, reservou o capítulo V para falar da missão dos leigos. Após indicar a missão da hierarquia se dirige a esta grande parcela da Igreja da qual surgem os pastores que animam e conduzem a Igreja de Cristo, afirmando que “os Sagrados pastores reconhecem perfeitamente quanto os leigos contribuem para o bem de toda a Igreja” LG n. 30.

Na alegria do ressuscitado, desejamos aos nossos irmãos em Cristo, que atuam nas várias dimensões missionárias na Igreja a serviço da vida e da esperança, transmito meus parabéns pela presença sempre renovada e animada daqueles (as) que assumem de forma muito especial seu batismo e vivem no cumprimento da missão no mundo atuando na sociedade como sinal da presença do reino de Deus.

Recordamos aqui, homens e mulheres que se dedicam em nossas comunidades promovendo a vida através dos seus serviços pastorais e sociais, contribuindo na transfiguração de tantas realidades desfiguradas, servindo de testemunho vivo das exigências do Evangelho. Estão presentes no mundo do trabalho, contribuindo na construção da sociedade e da humanidade, através das várias profissões que muitos exercem no seu dia a dia e buscam força para a labuta cotidiana na oração, na escuta da Palavra e na Eucaristia.

Que nossos queridos (as) leigos, por sua dignidade de cristãos, recebem continuamente a graça de alegria e do entusiasmo, e que sejam sinais da presença profética no seu sacerdócio exercido com fervor em prol da vida, muitas vezes ameaçada.

Peçamos a Deus que continue iluminando os milhões de leigos (as) que fazem parte deste corpo místico que é a Igreja a fim de que, a luz do Espírito Santo resplandeça em suas vidas e nas suas lutas cotidianas.

Frei Geraldo Bezerra de Sousa, OC
Referência:
Paulo VI, Constituição Dogmática Lumen Gentium - nn. 30.32
Foto retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.

DEIXE SEU PEDIDO DE ORAÇÃO

Fique com Deus e sob a proteção da Sagrada Família
Ricardo Feitosa e Marta Lúcia
Crendo e ensinando o que crê e ensina a Santa Igreja Católica

Se desejar receber nossas atualizações de uma forma rápida e segura, por favor, faça sua assinatura, é grátis. Acesse nossa pagina: http://ocristaocatolico.blogspot.com.br/ e cadastre seu e-mail para recebimento automático, obrigado.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...