Pular para o conteúdo principal

Evangelho Comentado do Dia 27/02/2017 segunda-feira 8ª Semana do Tempo Comum

8ª Semana do Tempo Comum - 4ª Semana do Saltério
Prefácio Comum - Ofício do dia
Cor: Verde - Ano “A” Mateus

Antífona: Salmo 17,19-20 O Senhor se tornou o meu apoio, libertou-me da angústia e me salvou porque me ama.

Oração do Dia: Fazei, ó Deus, que os acontecimentos deste mundo decorram na paz que desejais e vossa Igreja vos possa servir alegre e tranquila. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

Primeira Leitura: Livro do Eclesiástico 17,20-28 (Gr 24-29)

Aos arrependidos Deus concede o caminho de regresso, e conforta aqueles que perderam a esperança, e lhes dá a alegria da verdade. Volta ao Senhor e deixa os teus pecados, suplica em sua presença e diminui as tuas ofensas. Volta ao Altíssimo, desvia-te da injustiça e detesta firmemente a iniqüidade.


Conhece a justiça e os juízos de Deus e permanece constante no estado em que ele te colocou, e na oração ao Deus altíssimo. Anda na companhia do povo santo, com aqueles que vivem e proclamam a glória de Deus. Não te demores no erro dos ímpios, louva a Deus antes da morte; o morto, como quem não existe, já não louva.

Louva a Deus enquanto vives; glorifica-o enquanto tens vida e saúde, louva a Deus e glorifica-o nas suas misericórdias. Quão grande é a misericórdia do Senhor, e o seu perdão para com todos aqueles que a ele se convertem! - Palavra do Senhor.

Comentário: A gratidão, o louvor, a glória de Deus são a mais alta função de nossa passagem pela terra dos vivos. Por isso, nós, em cuja vida a luz e eficácia profunda do Evangelho não transparecem com a evidência exigida por nosso caráter de batizados, crismandos ou ainda de sacerdotes e religiosos, temos necessidade de contínua conversão. Com efeito, no início de cada celebração eucarística, apresentamo-nos ao Senhor como “arrependidos”, que oram humildemente para que ele ofereça de novo e sempre “a possibilidade do retorno”. A conversão não é somente romper com o pecado e observar a lei de Deus. É, sobretudo, a constante e progressiva orientação para a união com Deus. É comungar em novidade de vida, é vontade de perseverar (= conversão contínua) (Missal Cotidiano)

Salmo: 31, 1-2. 5. 6. 7 (R. 11a)
Ó justos, alegrai-vos no Senhor!

Feliz o homem que foi perdoado e cuja falta já foi encoberta! Feliz o homem a quem o Senhor não olha mais como sendo culpado, e em cuja alma não há falsidade!

Eu confessei, afinal, meu pecado, e minha falta vos fiz conhecer. Disse: "Eu irei confessar meu pecado!" E perdoastes, Senhor, minha falta.

Todo fiel pode, assim, invocar-vos, durante o tempo da angústia e aflição, porque, ainda que irrompam as águas, não poderão atingi-lo jamais.

Sois para mim proteção e refúgio; na minha angústia me haveis de salvar, e envolvereis a minha alma no gozo da salvação que me vem só de vós.

Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos 10,17-27

Naquele tempo, quando Jesus saiu a caminhar, veio alguém correndo, ajoelhou-se diante dele, e perguntou: “Bom Mestre, que devo fazer para ganhar a vida eterna?” Jesus disse: “Por que me chamas de bom? Só Deus é bom, e mais ninguém. Tu conheces os mandamentos: não matarás; não cometerás adultério; não roubarás; não levantarás falso testemunho; não prejudicarás ninguém; honra teu pai e tua mãe!”

Ele respondeu: “Mestre, tudo isso tenho observado desde a minha juventude”. Jesus olhou para ele com amor, e disse: “Só uma coisa te falta: vai, vende tudo o que tens e dá aos pobres, e terás um tesouro no céu. Depois vem e segue-me!” Mas quando ele ouviu isso, ficou abatido e foi embora cheio de tristeza, porque era muito rico. Jesus então olhou ao redor e disse aos discípulos: “Como é difícil para os ricos entrar no Reino de Deus!”

Os discípulos se admiravam com estas palavras, mas ele disse de novo: “Meus filhos, como é difícil entrar no Reino de Deus! É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar no Reino de Deus!” Eles ficaram muito espantados ao ouvirem isso, e perguntavam uns aos outros: “Então, quem pode ser salvo?” Jesus olhou para eles e disse: “Para os homens isso é impossível, mas não para Deus. Para Deus tudo é possível”. - Palavra da Salvação.

Comentários:

O evangelho de hoje nos apresenta, no caso do jovem rico, um grave erro que pode ocorrer na vida de todos nós no que diz respeito à questão da salvação e que se refere ao sujeito da salvação. Às vezes, a gente escuta que as pessoas devem esforçar-se para se salvarem e eu penso que eu devo conseguir me salvar. Ora, ninguém salva a si próprio. Eu não posso ser o meu salvador. Os discípulos perguntaram: "Quem então poderá salvar-se?" A resposta de Jesus é: "Para os homens isso é impossível, mas não para Deus. Para Deus, tudo é possível". Não podemos confiar a nossa salvação nem em nós mesmos, nem nos outros e nem nos bens materiais, pois nada ou ninguém, a não ser o próprio Deus, podem nos salvar. (CNBB)

Para ser discípulo do Reino não basta contentar-se com o mínimo exigido de todos. O Reino desafia o seguidor de Jesus a ir sempre além. Quer, a todo custo, constituir-se em absoluto na vida do discípulo. Existe sempre um mais a ser realizado, um desapego maior a ser feito, um gesto de maior generosidade a ser concretizado. Em vão, Jesus desafiou o homem rico a dar o passo na direção do mais. Este pautara sua vida pela piedade tradicional, e foi sincero ao afirmar ter buscado pôr em prática, desde sua juventude, os mandamentos do Decálogo. O encontro com Jesus confrontou-o com uma proposta radical: desapegar-se de sua riqueza, dar o dinheiro aos pobres e pôr-se no seguimento do Mestre. Em troca, haveria de receber de Deus um tesouro imperecível. O homem, porém, não teve coragem suficiente para fazer a ruptura exigida por Jesus e retirou-se triste e melancólico. No horizonte do discípulo do Reino, desponta sempre a possibilidade do mais. Este confronto contínuo mantém-no em um permanente dinamismo, cuja meta é o Pai. Quando o mais deixa de ser entrevisto, a vida do discípulo se empobrece e se reduz a uma existência medíocre e acomodada. Urge reconhecer a coisa que ainda falta e se munir de coragem para realizá-la. Caso contrário, a entrada no Reino de Deus torna-se inviável. (Padre Jaldemir Vitório/Jesuíta)

A observância dos Mandamentos é a principal exigência para quem deseja seguir Jesus, o desapego as coisas materiais e a partilha são a segunda. Se vamos participar do Reino é preciso que a nossa fé e segurança esteja depositada em Deus e não nos bens terrenos. A partilha se faz necessária para que todos tenham vida em abundancia. A ostentação de poder, riqueza e status, não tem lugar em um Reino de igualdade. Jesus ao destacar que os ricos não entrarão no Reino de Deus referiu-se não só aos ricos em bens, mas também em soberba, orgulho, vaidade, preconceito... Existem varias explicações para a expressão “um camelo passar pelo buraco de uma agulha” (v.25), mas todas deságuam no mesmo logo, Jesus usou de uma figura de linguagem extrema para enfatizar que o poder de Deus é maior que qualquer desejo humano. A vida eterna tem inicio na vida presente, a escada que leva para o Reino de Deus é construída não com dinheiro, os degraus são sobrepostos com blocos de solidariedade, amizade, lealdade, amor, perdão... Abandonar-se por completo nas mãos de Jesus, abraçando a Boa Nova como projeto único, é o que nos capacita a receber de Deus a vida eterna, lembrando que para sermos o primeiro, temos que colocar todos os outros na nossa frente. O jovem rico queria a vida eterna sim, mas para si, não se importando com os outros. - (Ricardo e Marta)

Fonte: CNBB - Missal Cotidiano (Paulus)
Foto retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.

DEIXE SEU PEDIDO DE ORAÇÃO

Fique com Deus e sob a proteção da Sagrada Família
Ricardo Feitosa e Marta Lúcia
Crendo e ensinando o que crê e ensina a Santa Igreja Católica

Se desejar receber nossas atualizações de uma forma rápida e segura, por favor, faça sua assinatura, é grátis. Acesse nossa pagina: https://ocristaocatolico.blogspot.com.br/ e cadastre seu e-mail para recebimento automático, obrigado.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...