Pular para o conteúdo principal

Liturgia Diária Comentada 16/12/2016 sexta-feira 3ª Semana do Advento

3ª Semana do Advento - 3ª Semana do Saltério
Prefácio do Advento I - Ofício do dia
Cor: Roxo - Ano “A” Mateus

Antífona: O Senhor descerá com esplendor, para visitar o seu povo na paz e fazê-lo viver a vida eterna.

Oração do Dia: Nós o pedimos, ó Deus todo-poderoso, que vossa graça sempre nos preceda e acompanhe, para que, esperando ansiosamente a vinda do vosso Filho, possamos obter a vossa ajuda nesta vida e na outra. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!


Primeira Leitura: Livro do Profeta Isaías 56,1-3a.6-8

Isto diz o Senhor: “Cumpri o dever e praticai a justiça, minha salvação está prestes a chegar e minha justiça não tardará a manifestar-se”. Feliz do homem que assim proceder e que nisso perseverar, observando o sábado, sem o profanar, preservando suas mãos de fazer o mal. Não diga o estrangeiro que aderiu ao Senhor: “Por certo o Senhor me excluirá de seu povo”. Aos estrangeiros que aderem ao Senhor, prestando-lhe culto, honrando o nome do Senhor, servindo-o como servos seus, a todos os que observam o sábado e não o profanam, e aos que mantêm aliança comigo - a esses conduzirei ao meu santo monte e os alegrarei em minha casa de oração; aceitarei com agrado em meu altar seus holocaustos e vítimas, pois minha casa será chamada casa de oração para todos os povos”. Diz o Senhor Deus, que reúne os dispersos de Israel: “Ainda reunirei com eles outros, além dos que já estão reunidos”. - Palavra do Senhor.

Comentário: O exílio mostrou que Deus não está ligado exclusivamente a uma terra e nação. Doravante, o povo de Deus está aberto aos pagãos, desde que aceitem viver segundo a justiça e o direito. Essa abertura ultrapassa as restrições previstas pela Lei (Dt 23,2-9) e começa a quebrar um nacionalismo fechado. (deusunico)

Salmo: 66 (67), 2-3. 5. 7-8 (R. 4)
Que as nações vos glorifiquem, ó Senhor, que todas as nações vos glorifiquem

Que Deus nos dê a sua graça e sua bênção, e sua face resplandeça sobre nós! Que na terra se conheça o seu caminho e a sua salvação por entre os povos.

Exulte de alegria a terra inteira, pois julgais o universo com justiça; os povos governais com retidão, e guiais, em toda a terra, as nações.

A terra produziu sua colheita: o Senhor e nosso Deus nos abençoa. Que o Senhor e nosso Deus nos abençoe, e o respeitem os confins de toda a terra!

Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 5,33-36

Naquele tempo, Jesus disse aos judeus: “Vós mandastes mensageiros a João, e ele deu testemunho da verdade. Eu, porém, não dependo do testemunho de um ser humano. Mas falo assim para a vossa salvação. João era uma lâmpada que estava acesa e a brilhar, e vós com prazer vos alegrastes por um tempo com a sua luz. Mas eu tenho um testemunho maior que o de João; as obras que o Pai me concedeu realizar. As obras que eu faço dão testemunho de mim, mostrando que o Pai me enviou”. - Palavra da Salvação.

Comentários:

João não é o Messias, ele veio para dar testemunho do Messias, ele é a lâmpada que vem para anunciar a verdadeira luz que vem a esse mundo. E João foi fiel à sua missão, ele deu testemunho da verdade, mostrando a presença do Filho de Deus no meio dos homens. Porém, nem todos estavam atentos à mensagem de João e abriram seus corações para a mensagem de Jesus. Por isso é que Jesus realiza as suas obras: para que, por meio delas, aqueles que não o reconheceram pelo testemunho de João pudessem reconhecê-lo. É por isso que as obras de Jesus são um grande sinal de que ele é o Messias, o Filho de Deus. (CNBB)

O testemunho de João, embora necessário, deveria ser substituído por um testemunho maior, a ser oferecido pelas obras realizadas por Jesus. O conteúdo do anúncio de João era verdadeiro. O Messias seria maior do que ele. O batismo no Espírito Santo, que haveria de introduzir, superaria o batismo na água, praticado por João. O Messias seria a presença do juízo de Deus na história humana. Entretanto, seria insuficiente contentar-se com estas pistas e pensar que tudo estivesse resolvido. João era uma lâmpada ardente e brilhante que encantou a muito. Mas era preciso ir adiante. O desafio consistia em reconhecer em Jesus a realização do que fora anunciado por João e recebê-lo como o enviado do Pai. Tratava-se de ultrapassar os limites da esperança e acolher o Messias como o cumprimento das promessas divinas. Jesus apresentou, em seu favor, as obras que estava realizando por mandato do Pai. Nelas seria possível detectar a presença da salvação na história humana. Fazia-se necessário, porém, superar os preconceitos contra Jesus e contra Deus, e discernir a ação divina na ação de seu enviado.  Contentar-se com a pregação do Precursor, sem chegar ao Messias, corresponderia a ficar no meio do caminho e não atingir a meta apontada pelo próprio João. Quem o ouvia e se deixava tocar por sua pregação, deveria também topar com Jesus. (Padre Jaldemir Vitório/Jesuíta)

SANTO DO DIA: 16 de Dezembro

Santa Adelaide

Fonte: CNBB - Missal Cotidiano (Paulus)
Foto retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.

DEIXE SEU PEDIDO DE ORAÇÃO

Fique com Deus e sob a proteção da Sagrada Família
Ricardo Feitosa e Marta Lúcia
Crendo e ensinando o que crê e ensina a Santa Igreja Católica


Se desejar receber nossas atualizações de uma forma rápida e segura, por favor, faça sua assinatura, é grátis. Acesse nossa pagina: https://ocristaocatolico.blogspot.com.br/ e cadastre seu e-mail para recebimento automático, obrigado.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...