Pular para o conteúdo principal

A porta do Reino de Deus - Igreja Católica

Que possamos viver o reino de Deus entre nós como frutos da boa semente que é a vontade de Deus.

Estamos movidos pelo Espírito Santo, no crescimento do amor, da paz, da união e de todo sentimento benevolente onde consiste a natureza cristã.  Em peregrinação pela terra nós dispomos de meios que nos levam a crer e a nos conduzir a um lugar onde desejamos descansar os pés que andaram por aí. Aprendamos com as quedas e tropeços para que haja crescimento.  É como uma semente plantada que sofre os intemperismos físicos e sobrevive pela raiz bem adubada em terreno fértil. 

É a presença da graça perseverante no coração do homem em busca da santidade.  É permitir que Deus seja o dono de suas vontades para transformação do mundo.  Assim também é o reino de Deus, que começa a vislumbrar dando os primeiros sinais da formação de um mundo novo. É preciso disposição, fidelidade, desprendimento e um coração totalmente voltado para os fins de santidade, para alcançarmos a passagem que nos coloca no seio da proteção divina.

É estreita a passagem.

Que o Senhor Deus nos separe dos fardos que nos impedem a passagem pela porta estreita. Mas a passagem para eternidade da vida é a maior preocupação dos fiéis cristãos, que buscam o seu encontro. Em Lucas 13,24 Jesus nos fala que a porta do Reino do Pai é estreia e que exige sacrifícios para fazer a travessia. Sacrifício de renúncia a toda forma de corrupção da alma, sacrifício de retidão de uma vida santa, isto é, de uma vida separada das atrações mundanas. São muitas as formas de sacrifícios que nos levam a aproximação de Deus.

O mais importante é a finalidade da ação e não as formas, pois por muitas vezes nos enganamos com atitudes onde não nos envolvemos verdadeiramente, e Deus vê o coração. "Não adianta ir à igreja, rezar e fazer tudo errado”, já dizia o poeta em sua canção popular.

É preciso nos preparar para o encontro maior de nossas vidas. Estar na presença do Pai no dia do juízo, é a maior certeza que um cristão guarda em seu coração, por que assim temos aprendido e vivenciado.  O que terei eu a apresentar em meu favor? Minha vida terá sido apreciada por Deus por onde eu andei?  Será que poderei descansar os meus pés na casa do meu Pai que tanto me esperou?

Como seria bom se todos nós estivéssemos juntos no mesmo banquete celestial. Está em nossas mãos e em nossas atitudes de sacrifício, para se perpetuar a grande alegria de ser Santo. Pense nisso meu irmão!

Francisco Cleuden

Foto retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.

DEIXE SEU PEDIDO DE ORAÇÃO

Fique com Deus e sob a proteção da Sagrada Família
Ricardo Feitosa e Marta Lúcia
Crendo e ensinando o que crê e ensina a Santa Igreja Católica

Se desejar receber nossas atualizações de uma forma rápida e segura, por favor, faça sua assinatura, é grátis. Acesse nossa pagina: http://ocristaocatolico.blogspot.com.br/ e cadastre seu e-mail para recebimento automático, obrigado.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...