Pular para o conteúdo principal

A força de quem tem fé - Reflexão 27º Domingo Comum “C”

A força de quem tem fé

Cristianismo é fé. Esta é sua característica específica. "Nós afirmamos muito facilmente, como pressuposto, que religião e fé são a mesma coisa. Mas isso só é verdade até certo ponto...

Por exemplo, o Antigo Testamento se apresentou, em seu conjunto, não sob o conceito de fé, mas de lei.

Encama primariamente um gênero de vida, no âmbito do qual o ato de fé vai continuamente adquirindo maior importância. 

Mais tarde, para a religiosidade romana não é realmente decisivo que se emita um ato de fé no sobrenatural; ele pode, decerto, faltar sem, por isso, diminuir a religião. Sendo a religião essencialmente um sistema de ritos, o elemento determinante é representado a seus olhos pela minuciosa observância das cerimônias“. (J. Ratzinger).

O justo viverá pela fé

A história da fé começa com Abraão. Sua atitude diante de Deus é de fé. Ainda que nosso pai na fé não tenha percebido distintamente o objeto de sua fé, teve, entretanto, todas as condições pessoais necessárias a fé. Respondeu prontamente sim ao chamado de Deus que derruba seus planos, disposto a dar-lhe tudo, até o filho, desprezando todo cálculo humano.

Superou as aparentes contradições para entregar-se somente à palavra de Deus, e nela viu a verdade que salva.

Durante toda a história do povo de Deus, os profetas foram os arautos da fé; convidaram a superar as seguranças e alianças humanas para se apegar com confiança à palavra dada por Deus.

Crer é dar-se a Deus. Vemo-lo na primeira leitura: Deus "parece" ausente da história. O profeta o interroga sobre o enigma da opressão e da injustiça que invadem a sociedade em que vive, tanto dentro de Israel como entre as nações pelas quais os fracos são esmagados. Deus responde que a fé é o único caminho para compreender o mistério da história.

A resposta de Deus, porém, não é fácil consolação: fala de espera ainda longa. O que importa é permanecer firmemente ancorados só em Deus; crer no seu amor apesar de todas as aparências contrárias, porque sua palavra não nos pode enganar.

A fé é adesão incondicional à pessoa de Jesus

No Novo Testamento o objeto da fé atinge a plenitude: o Filho de Deus se manifesta e seu reino é constituído. Mas a atitude pessoal continua a mesma; uma decisão da vontade que ama, move a inteligência a superar os cálculos humanos para entregar-se a Deus com toda fidelidade.

A fé não consiste, pois, tanto numa adesão intelectual a uma série de verdades abstratas, mas é a adesão incondicional a uma pessoa, a Deus, que nos propõe seu amor em Cristo morto e ressuscitado. A fé é, portanto, obediência a Deus, comunhão com ele, vitória sobre a solidão.

É dom de Deus, mas dom que espera nossa livre resposta, que quer tornar-se a alma da nossa vida cotidiana e da comunidade cristã.

Fé como libertação de todos os Ídolos

É também conhecimento novo, modo de ler a realidade com o olhar de Cristo.

"A fé é virtude, atitude habitual da alma, inclinação permanente a julgar e agir segundo o pensamento de Cristo com espontaneidade e vigor". (RdC 52)

O cristão animado pela fé, nela encontra a crítica permanente a todas as ideologias e a libertação de todos os Ídolos. "Esta é a vitória que venceu o mundo, a nossa fé" (1Jo 5,4).

O cristão vive hoje num mundo secularizado do qual Deus está ausente, que vive e se organiza sem ele. Com sua fé, tem o cristão neste mundo a tarefa de destruir as falsas seguranças propondo-lhe as questões fundamentais e oferecendo a todos sua grande esperança. A fé cristã é posta diante de um desafio: tomar-se propugnadora de problemas que nenhum laboratório, experiência ou computador eletrônico podem resolver, e que, no entanto, decidem o destino do homem e do mundo.

Portanto, é mais do que atual para os cristãos a invocação dos discípulos: "Senhor, aumentai a nossa fé".

·         Primeira Leitura: Profecia de Habacuc 1,2-3; 2,2-4
·         Salmo: 94,1-2.6-7.8-9 (R. 8)
·         Segunda Leitura: 2ª Carta de São Paulo a Timóteo 1,6-8.13-14
·         Evangelho: de Jesus Cristo segundo Lucas 17,5-10

Fonte: Missal Dominical (Paulus)
Foto retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.

DEIXE SEU PEDIDO DE ORAÇÃO

Fique com Deus e sob a proteção da Sagrada Família
Ricardo Feitosa e Marta Lúcia
Crendo e ensinando o que crê e ensina a Santa Igreja Católica

Se desejar receber nossas atualizações de uma forma rápida e segura, por favor, faça sua assinatura, é grátis. Acesse nossa pagina: http://ocristaocatolico.blogspot.com.br/ e cadastre seu e-mail para recebimento automático, obrigado.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...