Pular para o conteúdo principal

Liturgia Diária Comentada 29/06/2017 12ª quinta-feira do Tempo Comum

Primeira Leitura: Livro do Gênesis 16,1-12.15-16

Sarai, a mulher de Abrão, não lhe dera filhos. Mas, tendo uma escrava egípcia, chamada Agar, Sarai disse a Abrão: "Eis que o Senhor me fez estéril. Une-te, pois, à minha escrava, para ver se, por ela, posso ter filhos". Abrão atendeu ao pedido de Sarai. Depois de Abrão ter morado dez anos em Canaã, Sarai, sua esposa, tomou sua escrava egípcia, Agar, e deu-a como mulher ao seu marido Abrão. Abrão uniu-se a Agar e ela concebeu. Percebendo-se grávida, começou a olhar com desprezo a sua senhora. Sarai disse a Abrão: 'Tu és responsável pela injúria que estou sofrendo. Fui eu mesma que coloquei minha escrava em teus braços, e ela, apenas ficou grávida, pôs-se a desprezar-me. O Senhor será juiz entre mim e ti". Abrão respondeu a Sarai: "Olha, a escrava é tua; faze dela o que bem entenderes". E Sarai maltratou-a tanto que ela fugiu. 

Um anjo do Senhor, encontrando-a junto à fonte do deserto, no caminho de Sur, disse-lhe: "Agar, escrava de Sarai, de onde vens e para onde vais?" Ela respondeu: "Estou fugindo de Sarai, minha senhora". E o anjo do Senhor lhe disse: "Volta para a tua senhora e sê submissa a ela". E acrescentou: "Multiplicarei a tua descendência de tal forma, que não se poderá contar'. Disse, ainda, o anjo do Senhor: "Olha, estás grávida e darás à luz um filho e o chamarás Ismael, porque o Senhor te ouviu na tua aflição. Ele será indomável como um jumento selvagem, sua mão se levantará contra todos, e a mão de todos contra ele. E ele viverá separado de todos os seus irmãos". Agar deu à luz o filho de Abrão; e ele pôs o nome de Ismael ao filho que Agar lhe deu. Abrão tinha oitenta e seis anos, quando Agar deu à luz Ismael.  - Palavra do Senhor.

Comentário: Dá-nos certa vaidade sabermos "bancar os espertos", ser descobridores de atalhos, conjugar o verbo “arranjar-se". E todo um florescimento de espírito de iniciativa, de inventiva, para ultrapassar prescrições, limites e imposições. É tão forte nosso hábito neste sentido que cremos, às vezes, oportuno aplicar o mesmo critério em nossas relações com Deus. Tanto mais quanto a espera, como no caso de Abrão e Sara, se torna espasmódica. Pequeninos seres imersos no tempo, chegamos a imaginar a eternidade como uma soma de tempos, portanto... longa. Esperar os tempos de Deus pode às vezes ser como esperar o desenrolar de longas práticas burocráticas. Trata-se, ao contrário, de "um outro tempo" (se assim se pode dizer), algo absolutamente diferente daquilo que denominamos tempo. De resto, a sabedoria popular sempre afirmou que "Deus escreve direito por linhas tortas". A capacidade divina de salvação revela-se em valorizar também os resultados de certas iniciativas colaterais. (Missal Cotidiano)

Salmo: 105, 1-2. 3-4a. 4b-5 (R. 1a)
Dai graças ao Senhor, porque ele é bom

Dai graças ao Senhor, porque ele é bom, porque eterna é a sua misericórdia! Quem contará os grandes feitos do Senhor? Quem cantará todo o louvor que ele merece? Felizes os que guardam seus preceitos e praticam a justiça em todo o tempo! Lembrai-vos, ó Senhor, de mim, lembrai-vos, pelo amor que demonstrais ao vosso povo! Visitai-me com a vossa salvação, para que eu veja o bem-estar do vosso povo, e exulte na alegria dos eleitos, e me glorie com os que são vossa herança.

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 7,21-29

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: "Nem todo aquele que me diz: 'Senhor, Senhor', entrará no reino dos céus, mas o que põe em prática a vontade de meu Pai que está nos céus. Naquele dia, muitos vão me dizer: 'Senhor, Senhor, não foi em teu nome que profetizamos? Não foi em teu nome que expulsamos demônios? E não foi em teu nome que fizemos muitos milagres?' Então eu lhes direi publicamente: Jamais vos conheci. Afastai-vos de mim, vós que praticais o mal. Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as põe em prática, é como um homem prudente, que construiu sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, vieram as enchentes, os ventos deram contra a casa, mas a casa não caiu, porque estava construída sobre a rocha. Por outro lado, quem ouve estas minhas palavras e não as põe em prática, é como um homem sem juízo, que construiu sua casa sobre a areia. Caiu a chuva, vieram as enchentes, os ventos sopraram e deram contra a casa, e a casa caiu, e sua ruína foi completa!" Quando Jesus acabou de dizer estas palavras, as multidões ficaram admiradas com seu ensinamento. De fato, ele as ensinava como quem tem autoridade e não como os mestres da lei. - Palavra da Salvação.

Comentários:

Engana-se quem pensa ter optado por uma adesão perfeita a Jesus só porque, da boca para fora, invoca seu nome, julgando estar dando mostras de fé. Certas circunstâncias da vida põem à prova a solidez desta adesão. Só, então, será possível saber se se trata de uma opção bem alicerçada ou não. A opção por Jesus concretiza-se na prática de suas palavras. Quem as ouve e se esforça por pautar por elas a sua vida, está no bom caminho. Nenhuma tempestade, por mais violenta que seja, será suficientemente forte para demovê-lo de sua confiança no Senhor e no seu Reino. A tempestade se vai, sem ter abalado sua fé. A prudência levou-o a construir sua vida sobre alicerces sólidos. Bem outro é o destino de quem fica satisfeito com uma piedade aparente, em que o comodismo e o amor próprio permanecem intocados. Ao ser provado, não estará em condições de resistir diante dos múltiplos assédios do tentador. Seu cristianismo de fachada será desmascarado, ficando claro que ele estava longe de ser um discípulo de Jesus. Por ser tolo, não edificou sua vida cristã sobre as bases indicadas pelo Mestre, vindo a sofrer as consequências de sua falta de discernimento. Cada discípulo é chamado a fazer uma séria revisão de sua vida, para certificar-se se está agindo com a prudência necessária, ou se está sendo levado pela insensatez. (Padre Jaldemir Vitório/Jesuíta)

Fonte: CNBB - Missal Cotidiano (Paulus)

DEIXE SEU PEDIDO DE ORAÇÃO

Fique com Deus e sob a proteção da Sagrada Família
Ricardo Feitosa e Marta Lúcia
Crendo e ensinando o que crê e ensina a Santa Igreja Católica


Se desejar receber nossas atualizações de uma forma rápida e segura, por favor, faça sua assinatura, é grátis. Acesse nossa pagina: https://ocristaocatolico.blogspot.com.br/ e cadastre seu e-mail para recebimento automático, obrigado.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...