Liturgia Diária Comentada 13/06/2017 terça-feira

Liturgia Diária Comentada 13/06/2017 terça-feira
10ª Semana do Tempo Comum - 2ª Semana do Saltério
Prefácio Comum ou dos Pastores - Ofício da Memória
Cor: Branco - Ano “A” Mateus


Antífona: Salmo 23,5-6 Estes são os santos que receberam a bênção do Senhor e a misericórdia de Deus, seu salvador. É a geração dos que buscam a Deus.

Oração do Dia: Deus eterno e todo-poderoso, que destes Santo Antônio ao vosso povo como insigne pregador e intercessor em todas as necessidades, fazei-nos, por seu auxílio, seguir os ensinamentos da vida cristã e sentir a vossa ajuda em todas as provações. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém! 

Primeira Leitura: 2ª Carta de São Paulo aos Coríntios 1,18-22

Irmãos, eu vos asseguro, pela fidelidade de Deus: O ensinamento que vos transmitimos não é "sim e não". Pois o Filho de Deus, Jesus Cristo, que nós - a saber: eu, Silvano e Timóteo - pregamos entre vós, nunca foi "sim e não", mas somente "sim”. Com efeito, é nele que todas as promessas de Deus têm o seu “sim” garantido. Por isso também, é por ele que dizemos ''amem'' a Deus, para a sua glória. É Deus que nos confirma, a nós e a vós, em nossa adesão a Cristo, como também é Deus que nos ungiu. Foi ele que nos marcou com o seu selo e nos adiantou como sinal o Espírito derramado em nossos corações. - Palavra do Senhor.

Comentário: Paulo prometera voltar a Corinto, mas não foi possível, e por isso foi mal interpretado. Ele mostra, porém, que é firme e fiel, como verdadeiro discípulo de Jesus. Se estivesse enganando os coríntios, estaria traindo a sua própria fidelidade a Jesus, que foi sempre fiel para os fiéis a Cristo, tornando-os participantes do mistério da Trindade. Paulo enaltece a plena coerência da doação de Jesus: ele é o “sim” de Deus. Também a pregação do Apóstolo dói coerente do princípio ao fim: não uma coisa hoje, outra amanhã. Os homens de hoje achamos por vezes que seja melhor mudar continuamente. Isso convém às coisas do consumo, às manifestações externas do homem; mas a realidade profunda não pode mudar, sob pena de não mais ser ela mesma. Isto responde à necessidade de “sinceridade” tão sentida hoje, à recusa do compromisso. Pois bem, assim como Deus foi fiel aos homens no Cristo, realizando a obra de salvação concebida em seu amor, assim também devemos nós ser fiéis a Deus, mantendo a coerência de nossa proposta de amor. Devemos ser “Amém”, ou seja, plena adesão à sua iniciativa, cumprindo o que nos compete para sua total realização. Tal coerência é para todos os setores de nossa vida: em casa, no trabalho, na sociedade, na Igreja. Ninguém é sincero pela metade. (deusunico.com)

Salmo: 118(119),129.130.131.132.133.134.135
Fazei brilhar vosso semblante ao vosso servo!

Maravilhosos são os vossos testemunhos, eis por que meu coração os observa! Vossa palavra, ao revelar-se, me ilumina, ela dá sabedoria aos pequeninos. Abro a boca e aspiro largamente, pois estou ávido de vossos mandamentos. Senhor, voltai-vos para mim, tende piedade, como fazeis para os que amam vosso nome! Conforme a vossa lei firmai meus passos, para que não domine em mim a iniquidade! Libertai-me da opressão e da calúnia, para que eu possa observar vossos preceitos! Fazei brilhar vosso semblante ao vosso servo, e ensinai-me vossas leis e mandamentos!

Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 5,13-16

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: “Vós sois o sal da terra. Ora, se o sal se tornar insosso, com que salgaremos? Ele não servirá para mais nada, senão para ser jogado fora e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo. Não pode ficar escondida uma cidade construída Sobre um monte. Ninguém acende uma lâmpada e a coloca debaixo de uma vasilha, mas sim num candeeiro, onde ela brilha para todos os que estão em casa. Assim também brilhe a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e louvem o vosso Pai que está nos céus".    - Palavra da Salvação.

Comentários:

Todos nós devemos testemunhar Jesus e os valores do Reino dos céus a fim de que o mundo não se corrompa, mas descubra os caminhos da santidade, da justiça e da graça. Com isso, é de suma importância que o anúncio da Palavra seja acompanhado pela coerência de vida, pela busca da santidade e pelo seguimento de Jesus a partir da vivência dos seus mandamentos. O Papa Paulo VI nos falava sobre isso na sua Exortação Apostólica Evangelii Nuntiandi, quando se referia à exigência da santidade em todo trabalho evangelizador. Todo trabalho evangelizador deve começar pela caridade, pelo serviço, ou seja, pela explicitação, através da vida, dos valores do Evangelho. (CNBB)

O horizonte da responsabilidade dos discípulos deveria abarcar o mundo inteiro. E, assim, impedi-los de deixar-se mover por preconceitos, fazer acepção de pessoas ou optar pela reclusão, num círculo fechado e exclusivo. A responsabilidade diz respeito à missão de pregar ao mundo a Boa-Nova da salvação, testemunhando-a por meio de gestos concretos de caridade, de compromisso com a justiça e a igualdade, de empenho pela construção da paz e da reconciliação entre os povos. Esta seria a melhor forma de manifestar a presença de Deus na entranhas da história humana, de modo a preservá-la do erro e da corrupção. A orientação recebida pelos discípulos não aponta para o proselitismo nem para o absolutismo do projeto de Jesus. No primeiro caso, a orientação mal-entendida poderia levar os cristãos a se lançarem numa guerra santa, para constranger toda a humanidade a optar pelo caminho cristão. No segundo caso, cair-se-ia no erro de eliminar tudo quanto fosse diferente, desconhecendo que os caminhos de Deus são incontáveis. As metáforas do sal e da luz apontam para um serviço humilde e despojado, conformado com a dinâmica do Reino de Deus, que não se impõe pela força. Antes, apela para a liberdade humana, e dela depende. A ação do sal e da luz deve ser percebida por sua qualidade. Caso contrário, um e outra serão inúteis. (Padre Jaldemir Vitório/Jesuíta)

Fonte: CNBB - Missal Cotidiano (Paulus)

DEIXE SEU PEDIDO DE ORAÇÃO

Fique com Deus e sob a proteção da Sagrada Família
Ricardo Feitosa e Marta Lúcia
Crendo e ensinando o que crê e ensina a Santa Igreja Católica


Se desejar receber nossas atualizações de uma forma rápida e segura, por favor, faça sua assinatura, é grátis. Acesse nossa pagina: https://ocristaocatolico.blogspot.com.br/ e cadastre seu e-mail para recebimento automático, obrigado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ajude-nos a melhorar nossa evangelização, deixe seu comentário. Lembre-se no seu comentário de usar as palavras orientadas pelo amor cristão.

Revista: "O CRISTÃO CATÓLICO"
Crendo e ensinando o que crê e ensina a Santa Igreja Católica

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...