Pular para o conteúdo principal

Evangelho Comentado do Dia 23/02/2017 quinta-feira 7ª Semana do Tempo Comum

7ª Semana do Tempo Comum - 3ª Semana do Saltério
Memória: SÃO POLICARPO – Bispo e Mártir
Prefácio dos Pastores ou mártires - Ofício da memória
Cor: Vermelho - Ano “A” Mateus

Antífona: Velarei sobre as minhas ovelhas, diz o Senhor; chamarei um pastor que as conduza e serei o seu Deus. (Ez 34,11.23-24).

Oração do Dia: Ó Deus, criador de todas as coisas, que colocastes o bispo são Policarpo nas fileiras dos vossos mártires, concedei-nos, por sua intercessão, participar com ele do cálice de Cristo e ressuscitar para a vida eterna. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém! 

Primeira Leitura: Livro do Eclesiástico 5,1-10 (Gr. 1-8)

Não confies nas tuas riquezas e não digas: “Basta-me viver!” Não deixes que tua força te leve a seguir as paixões do coração. Não digas: “Quem terá poder sobre mim?” ou: “Quem me fará prestar contas das minhas ações?”, pois o Senhor, com certeza, te castigará. Não digas: “Pequei, e que de mal me aconteceu?”, pois o Altíssimo é paciente. Não percas o temor por causa do perdão, cometendo pecado sobre pecado.

Não digas: “A misericórdia do Senhor é grande, ele me perdoará a multidão dos meus pecados!”, pois dele procedem misericórdia e cólera, e sua ira se abate sobre os pecadores. Não demores em voltar para o Senhor, e não adies de um dia para outro, pois a sua cólera vem de repente e, no dia do castigo, serás aniquilado. Não te apoies em riquezas injustas, pois elas de nada te valerão no dia da desgraça. - Palavra do Senhor.

Comentário: A concupiscência dos olhos, a concupiscência da carne e o orgulho da vida (cf. 1Jo 2,16), juntamente com a presunção de si e a falsa esperança do perdão, sempre foram o obstáculo intransponível para a aquisição de sabedoria. O espírito de pobreza, a humildade, o desprendimento de si, próprios da verdadeira conversão, são também o caminho da verdadeira sabedoria para cada fiel e para toda a comunidade eclesial. O pecado só é um dano quando acompanhado de presunção. A Escritura marca os corações endurecidos e presunçosos e, ao mesmo tempo, sobretudo após o evangelho, usa de grande benevolência com o pecador que acusa sua fraqueza. (Missal Cotidiano)

Salmo: 1,1-2. 3. 4.6 (R. Sl 39,5a)
É feliz quem a Deus se confia!

Feliz é todo aquele que não anda conforme o conselho dos perversos; que não entra no caminho dos malvados, nem junto aos zombadores vai sentar-se; mas encontra seu prazer na lei de Deus e a medita, dia e noite, sem cessar.

Eis que ele é semelhante a uma árvore que à beira da torrente está plantada; ela sempre dá seus frutos a seu tempo, e jamais as suas folhas vão murchar. Eis que todo o que ele faz vai prosperar.

Mas bem outra é a sorte dos perversos. Ao contrário, são iguais à palha seca espalhada e dispersada pelo vento. Pois Deus vigia o caminho dos eleitos, mas a estrada dos malvados leva à morte.

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 9,41-50

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: Quem vos der a beber um copo de água, porque sois de Cristo, não ficará sem receber a sua recompensa. E se alguém escandalizar um desses pequeninos que creem, melhor seria que fosse jogado no mar com uma pedra de moinho amarrada ao pescoço.

Se tua mão te leva a pecar, corta-a! É melhor entrar na Vida sem uma das mãos, do que, tendo as duas, ir para o inferno, para o fogo que nunca se apaga. Se teu pé te leva a pecar, corta-o! É melhor entrar na Vida sem um dos pés, do que, tendo os dois, ser jogado no inferno. Se teu olho te leva a pecar, arranca-o! É melhor entrar no Reino de Deus com um olho só, do que, tendo os dois, ser jogado no inferno, onde o verme deles não morre, e o fogo não se apaga’.

Pois todos hão de ser salgados pelo fogo. Coisa boa é o sal. Mas se o sal se tornar insosso, com que lhe restituireis o tempero? Tende, pois, sal em vós mesmos e vivei em paz uns com os outros. - Palavra da Salvação.

Comentários:

É muito comum ouvirmos que isso ou aquilo é escandaloso e, normalmente, quando isso acontece, o fato está relacionado com questões de sexualidade. O escândalo é muito mais do que isso. Dar escândalo significa ser ocasião de pecado para as outras pessoas, independentemente da natureza ou da forma do pecado. Jesus nos mostra no Evangelho de hoje a importância que devemos dar para os nossos atos, para que eles sejam testemunho da nossa adesão ao Reino de Deus e não uma negação da nossa adesão que tenha como consequência o afastamento das pessoas. Não podemos nos esquecer de que a nossa fidelidade a Jesus no nosso dia a dia é a nossa grande arma no trabalho evangelizador. (CNBB)

Jesus tinha consciência da qualidade de vida de seus companheiros de missão. Por isso, não nutria esperanças infundadas a respeito deles. Embora tivessem recebido a tarefa de atrair pessoas para o Reino, corriam o risco de levá-las a afastar-se dele, e assim, tornar-se anti-apóstolos. O alerta lançado por Jesus é suficientemente forte para não dar margem a dúvidas. Servindo-se da metáfora da mutilação corporal, o Mestre sublinhava a necessidade de precaver-se contra tudo o que pudesse ser motivo de escândalo, de afastamento da fé por parte de quem ainda dava os primeiros passos no caminho do Reino. A mutilação da mão refere-se à prevenção contra o mal que pode ser realizado com este membro: a violência, o roubo. O pé pode conduzir o discípulo por vias perigosas, contrárias às do Reino. O olho pode levá-lo à sedução da cobiça, da luxúria, dos maus pensamentos. Jesus poderia ter-se estendido e falado da língua e de outros membros do corpo humano. Bastava-lhe, porém, aludir a três órgãos importantes, por meio dos quais os discípulos podiam causar escândalos. Gestos inconsequentes praticados por eles funcionariam como contratestemunho e teriam como efeito afastar as pessoas de Deus. As mutilações aludidas pelo Mestre deveriam acontecer não no âmbito físico e exterior, e sim no âmbito espiritual e interior. É a partir daqui que se começa a combater as ações escandalosas. (Padre Jaldemir Vitório/Jesuíta)

São Policarpo de Esmirna - Mártir - 23 de Fevereiro

Fonte: CNBB - Missal Cotidiano (Paulus)
Foto retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.

DEIXE SEU PEDIDO DE ORAÇÃO

Fique com Deus e sob a proteção da Sagrada Família
Ricardo Feitosa e Marta Lúcia
Crendo e ensinando o que crê e ensina a Santa Igreja Católica

Se desejar receber nossas atualizações de uma forma rápida e segura, por favor, faça sua assinatura, é grátis. Acesse nossa pagina: https://ocristaocatolico.blogspot.com.br/ e cadastre seu e-mail para recebimento automático, obrigado.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...