Pular para o conteúdo principal

Liturgia Diária Comentada 05/01/2017 quinta-feira

Tempo do Natal antes da Epifania - 2ª Semana do Saltério
Prefácio do Natal - Ofício do dia
Cor: Branco - Ano Litúrgico “A” - São Mateus

Antífona: João 1,1 No princípio e antes dos séculos o Verbo era Deus, e dignou-se nascer para salvar o mundo.

Oração do Dia: Ó Deus, pelo nascimento do vosso Filho, iniciastes maravilhosamente a redenção do vosso povo. Concedei a vossos servos e servas uma fé tão firme, que nos deixemos conduzir por ele e cheguemos à glória prometida. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!


Primeira Leitura: Primeira Carta de São João 3,11-21

Caríssimos, esta é a mensagem que ouvistes desde o início: que nos amemos uns aos outros, não como Caim, que, sendo do Maligno, matou o seu irmão. E por que o matou? Porque as suas obras eram más, ao passo que as do seu irmão eram justas. Não vos admireis, irmãos, se o mundo vos odeia. Nós sabemos que passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos. Quem não ama permanece na morte. Todo aquele que odeia o seu irmão é um homicida. E vós sabeis que nenhum homicida conserva a vida eterna dentro de si. Nisto conhecemos o amor: Jesus deu a sua vida por nós. Portanto, também nós devemos dar a vida pelos irmãos. Se alguém possui riquezas neste mundo e vê o seu irmão passar necessidade, mas, diante dele fecha o seu coração, como pode o amor de Deus permanecer nele? Filhinhos, não amemos só com palavras e de boca, mas com ações e de verdade! Aí está o critério para saber que somos da verdade e para sossegar diante dele o nosso coração, pois, se o nosso coração nos acusa, Deus é maior que o nosso coração e conhece todas as coisas. Caríssimos, se o nosso coração não nos acusa, temos confiança diante de Deus. - Palavra do Senhor.

Comentário: O ensinamento maior deixado por Jesus é que fomos criados para amar, e viver em Cristo é reconhecer Sua presença no irmão, usar os dons recebidos de Deus em prol da comunidade. Conseguir enxergar na dor e na miséria do carente, o calvário de Jesus. Como Verônica que correu ao encontro da dor de Jesus e enxugou-lhe o rosto cansado, devemos nós fazer o mesmo pelo irmão necessitado. Não estender a mão a aquele que se encontra no chão, não confortar aquele que está em situação de desespero, é partilhar com Caim da morte do irmão. Como na oração de São Francisco: “É dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado, e é morrendo que se vive para vida eterna”. Jesus dedicou sua vida e deu a sua vida, pelo amor. O mesmo devemos fazer, melhor que juntar tesouros na terra é fazer felizes os nossos irmãos aqui na terra. Os maiores tesouros que devemos querer aqui na terra é o dom da partilha, o amor fraterno e a paz que só é concedida aos verdadeiros seguidores de Jesus. Amar como Jesus amou, é compartilhar da dor e do sofrimento do irmão, é aceitá-lo da maneira que ele é, com seus erros, pecados e imperfeições. (O Cristão Católico)

Salmo: 99 (100), 2. 3. 4. 5 (R.2a)
Aclamai o Senhor, ó terra inteira!

Aclamai o Senhor, ó terra inteira, servi ao Senhor com alegria, ide a ele cantando jubilosos!

Sabei que o Senhor, só ele, é Deus. Ele mesmo nos fez, e somos seus, nós somos seu povo e seu rebanho.

Entrai por suas portas dando graças, e em seus átrios com hinos de louvor; dai-lhe graças, seu nome bendizei!

Sim, é bom o Senhor e nosso Deus, sua bondade perdura para sempre, seu amor é fiel eternamente!

Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 1,43-51

Naquele tempo, Jesus decidiu partir para a Galiléia. Encontrou Filipe e disse: “Segue-me”. Filipe era de Betsaida, cidade de André e de Pedro. Filipe encontrou-se com Natanael e lhe disse: “Encontramos aquele de quem Moisés escreveu na Lei, e também os profetas: Jesus de Nazaré, o filho de José”. Natanael disse:

“De Nazaré pode sair coisa boa?”

Filipe respondeu: “Vem ver!” Jesus viu Natanael que vinha para ele e comentou: “Aí vem um israelita de verdade, um homem sem falsidade”. Natanael perguntou: “De onde me conheces?” Jesus respondeu: “Antes que Filipe te chamasse, enquanto estavas debaixo da figueira, eu te vi”. Natanael respondeu: “Rabi, tu és o Filho de Deus, tu és o Rei de Israel”. Jesus disse: “Tu crês porque te disse: Eu te vi debaixo da figueira? Coisas maiores que esta verás!” E Jesus continuou: “Em verdade, em verdade, eu vos digo: Vereis o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem”. - Palavra da Salvação.

Comentário: A experiência vocacional de Filipe é fonte de inspiração para o discipulado cristão. Tudo começa com um encontro pessoal com Jesus, seguido de uma ordem: "Segue-me!" O caminho do Mestre e do novo discípulo cruzam-se, fazendo a vida de Filipe passar por uma radical transformação. Seu caminho, doravante, será o mesmo de Jesus. Sua vida estará associada à do Mestre. Filipe é atraído por Jesus por tratar-se daquele "de quem escreveram Moisés na Lei, e os profetas". O seguimento concretizou-se por um motivo verdadeiro. Ele não se deixou encantar apenas pela simpatia ou pela bondade de Jesus, nem pelo seu espírito de liderança e capacidade de expressar-se com autoridade, nem por vantagens que poderia tirar desta amizade. No Jesus de Nazaré Filipe reconheceu a manifestação da fidelidade de Deus à sua Palavra. Embora, no futuro, o novo discípulo devesse dar um novo enfoque a seu conceito acerca do messianismo, já era suficiente sua consciência inicial a respeito de Jesus. O passo seguinte consistiu em comunicar a Natanael sua experiência, quando procurou convencê-lo da veracidade messiânica de Jesus de Nazaré, o filho de José. Seu esforço visou conduzir Natanael até o Mestre ("ir e ver") para que fizesse uma experiência pessoal, e, só depois, poder decidir-se a segui-lo. A preocupação de levar outras pessoas a Jesus prova a autenticidade do "sim" de Filipe. (Padre Jaldemir Vitório/Jesuíta)

SANTO DO DIA:

São João Nepomuceno Neuman

Fonte: CNBB - Missal Cotidiano (Paulus)
Foto retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.

DEIXE SEU PEDIDO DE ORAÇÃO

Fique com Deus e sob a proteção da Sagrada Família
Ricardo Feitosa e Marta Lúcia
Crendo e ensinando o que crê e ensina a Santa Igreja Católica


Se desejar receber nossas atualizações de uma forma rápida e segura, por favor, faça sua assinatura, é grátis. Acesse nossa pagina: https://ocristaocatolico.blogspot.com.br/ e cadastre seu e-mail para recebimento automático, obrigado.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...