Liturgia Diária Comentada 23/11/2016 quarta-feira 34ª Semana do Tempo Comum

34ª Semana do Tempo Comum - 2ª Semana do Saltério
Prefácio próprio - Ofício do dia
Cor: Verde - Ano “C” Lucas

Memória Facultativa: CLEMENTE I - Papa, Santo e Mártir

Antífona: Salmo 84,9 O Senhor fala de paz a seu povo e a seus amigos e a todos os que se voltam para ele.

Oração do Dia: Levantai, ó Deus, o ânimo dos vossos filhos e filhas, para que, aproveitando melhor as vossas graças, obtenham de vossa paternal bondade mais poderosos auxílios. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!


Primeira Leitura: Livro do Apocalipse de São João 15,1-4

Eu, João, vi no céu outro sinal, grande e admirável: sete anjos, com as sete últimas pragas. Com elas o furor de Deus ia-se consumar. Vi também como que um mar de vidro misturado com fogo. Sobre este mar estavam, de pé, todos aqueles que saíram vitoriosos do confronto com a besta, com a imagem dela e com o número do nome da besta. Seguravam as harpas de Deus.

Entoavam o cântico de Moisés, o servo de Deus, e o cântico do Cordeiro, dizendo: “Grandes e admiráveis são as tuas obras, Senhor Deus, Todo-Poderoso! Justos e verdadeiros são os teus caminhos, ó Rei das nações! Quem não temeria, Senhor, e não glorificaria o teu nome? Só tu és santo! Todas as nações virão prostrar-se diante de Ti, porque tuas justas decisões se tornaram manifestas”.  - Palavra do Senhor.

Comentário: Quem seguiu a Jesus e dele fez experiência descobre na própria vida, na doença, na morte, nos homens, nas coisas, o Deus da sua vida, o "Deus conosco". Defrontando-se, porém, com os acontecimentos, guerras, as grandes migrações de povos e as imensas calamidades, descobre também "o Deus da história", o Libertador da humanidade, a Esperança dos povos, Cristo Princípio e Fim, Alfa e Omega, Centro e Fim do homem e do universo, Salvador da terra. Tal é a "Mensagem do Concílio" aos governantes: "Deus, o Deus vivo e verdadeiro, é Pai dos homens. O Cristo, seu eterno Filho, veio nos dizer e nos fazer compreender que somos todos irmãos. Ele é o grande artífice da ordem e da paz na terra, porque conduz a história humana... É ele que abençoa o pão da humanidade, santifica o trabalho e o sofrimento... enche o mundo de esperança, verdade, beleza..."Todo cristão deve ter esta fé. (Missal Cotidiano)

Salmo: 97 (98), 1. 2-3ab. 7-8. 9 (R. Ap 15,3b)
Como são grandes e admiráveis vossas obras, ó Senhor e nosso Deus onipotente!

Cantai ao Senhor Deus um canto novo, porque ele fez prodígios! Sua mão e o seu braço forte e santo alcançaram-lhe a vitória.

O Senhor fez conhecer a salvação, e às nações, sua justiça; recordou o seu amor sempre fiel pela casa de Israel.

Aplauda o mar com todo ser que nele vive, o mundo inteiro e toda gente! As montanhas e os rios batam palmas e exultem de alegria.

Na presença do Senhor, pois ele vem, vem julgar a terra inteira. Julgará o universo com justiça e as nações com equidade.

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 21,12-19

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: “Antes que estas coisas aconteçam, sereis presos e perseguidos; sereis entregues às sinagogas e postos na prisão; sereis levados diante de reis e governadores por causa do meu nome. Esta será a ocasião em que testemunhareis a vossa fé. Fazei o firme propósito de não planejar com antecedência a própria defesa; porque eu vos darei palavras tão acertadas, que nenhum dos inimigos vos poderá resistir ou rebater. Sereis entregues até mesmo pelos próprios pais, irmãos, parentes e amigos. E eles matarão alguns de vós. Todos vos odiarão por causa do meu nome. Mas vós não per­dereis num só fio de cabelo da vossa cabeça. É permanecendo firmes que ireis ganhar a vida!” - Palavra da Salvação.

Comentários:

Ganhar a vida eterna significa ser capaz de lutar no dia a dia pelos valores que a caracterizam. Mas os valores que caracterizam a vida eterna são completamente diferentes dos valores que caracterizam a nossa sociedade de hoje, sendo que a consequência dessa diferença é o conflito, que é seguido da perseguição, do ódio e, muitas vezes, da morte. Mas quem de fato acredita na vida eterna e a deseja ardentemente para si assume o projeto de Deus e os valores do Reino dos céus e luta constantemente por eles, não temendo a perseguição e desafiando até mesmo a morte, porque sabe que nada o separará da vida e vida em abundância. (CNBB)

A tarefa de levar adiante o ministério de Jesus, qual seja, a de implantar o Reino de Deus na história humana, atrairia perseguição e prisão para os discípulos. Vítimas de um ódio insano por causa do nome de Jesus, o testemunho deles revelaria sua fidelidade. Esta fidelidade perseverante, no entanto, só poderia resultar de uma fé inabalável. O discípulo tem a seu favor o Pai, em cujas mãos coloca a própria vida. Sua bondade paterna e previdente não permite que caia nem um só cabelo da cabeça dos filhos, sem o seu consentimento. Isto infunde no coração dos discípulos uma confiança inabalável diante dos inimigos e perseguidores, como também diante das autoridades em cuja presença serão levados. Ademais, os discípulos terão a seu favor o Espírito Santo, o qual, diante dos tribunais, dar-lhes-á uma eloquência e uma sabedoria tais, capazes de confundir seus inquisidores. Disto lhes advirá uma profunda tranquilidade, incômoda para quem pensa poder amedrontá-los com violência e arbitrariedade. Enfim, os discípulos têm a seu favor o Filho Jesus, ao qual se consagraram e cuja causa têm a tarefa de dar continuidade. Seu projeto de vida reflete o de Jesus, de forma a abrir mão de seus interesses pessoais. Sua comunhão com o Mestre expressa-se também no sofrimento. Este suporte teológico-espiritual possibilita aos discípulos perseverarem e, por consequência, salvarem-se. Sem isto, seriam incapaz de suportar as ameaças que começam dentro de seu próprio lar, advindas dos familiares mais próximos. (Padre Jaldemir Vitório/Jesuíta)

Fonte: CNBB - Missal Cotidiano (Paulus)
Foto retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.

DEIXE SEU PEDIDO DE ORAÇÃO

Fique com Deus e sob a proteção da Sagrada Família
Ricardo Feitosa e Marta Lúcia
Crendo e ensinando o que crê e ensina a Santa Igreja Católica

Se desejar receber nossas atualizações de uma forma rápida e segura, por favor, faça sua assinatura, é grátis. Acesse nossa pagina: https://ocristaocatolico.blogspot.com.br/ e cadastre seu e-mail para recebimento automático, obrigado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ajude-nos a melhorar nossa evangelização, deixe seu comentário. Lembre-se no seu comentário de usar as palavras orientadas pelo amor cristão.

Revista: "O CRISTÃO CATÓLICO"
Crendo e ensinando o que crê e ensina a Santa Igreja Católica