Pular para o conteúdo principal

Porque a Igreja Católica não segue a ordem original dos sacramentos de iniciação cristã?

Vejamos o que diz o Catecismo da Igreja Católica com relação aos Sacramentos da iniciação cristã.

(CIC-1212) Pelos sacramentos da iniciação cristã; Batismo, Confirmação e Eucaristia são lançados os fundamentos de toda vida cristã. “A participação na natureza divina, que os homens recebem como dom mediante a graça de Cristo, apresenta certa analogia com a origem, o desenvolvimento e a sustentação da vida natural. Os fiéis, de fato, renascidos no Batismo, são fortalecidos pelo sacramento da Confirmação e, depois, nutridos com o alimento da vida eterna na Eucaristia. Assim, por efeito destes sacramentos da iniciação cristã, estão em condições de saborear cada vez mais os tesouros da vida divina e de progredir até alcançar a perfeição da caridade”. 

Como deu para observar a Igreja continua afirmando os Sacramentos em sua ordem original (Batismo, Confirmação e Eucaristia), mas então vem a pergunta:

Porque na pratica o que vemos é Batismo, Eucaristia e Confirmação?

 A resposta é simples, primeiro entendamos que o Batismo é o Sacramento que nos incorpora a Igreja de Cristo; os Dons do Espírito Santo que nos impulsiona a evangelizar e testemunhar Cristo vem através da Confirmação; e a Eucaristia é o alimento da nossa alma (CIC-1324 A Eucaristia é “fonte e cume de toda a vida cristã” (...) “na Santíssima Eucaristia está contido todo o tesouro espiritual da Igreja, isto é, o próprio Cristo, nossa Páscoa”).

Então vejamos, no inicio da Igreja batizava-se os adultos (para incorpora-los a Igreja), em seguida já se ministrava a efusão do Espírito Santo (a força necessária para testemunhar Cristo), acontece que hoje batizamos as crianças, sendo assim, a Confirmação dar-se somente na fase adulta. Outro fato é que a Confirmação é ministrada pelo bispo é impossível ele está presente em todas as celebrações de batismo.

Vejamos o que diz o Catecismo

(CIC-1290) Nos primeiros séculos, a Confirmação constitui geralmente uma única celebração com o Batismo, formando com ele, segundo a expressão de São Cipriano, um «sacramento duplo». Entre outras razões, a multiplicação dos batismos de crianças, e isto em qualquer tempo do ano, e a multiplicação das paróquias (rurais), ampliando as dioceses, deixaram de permitir a presença do bispo em todas as celebrações batismais.

A Eucaristia como alimento já se pode oferecer a partir da idade da razão, ou seja, sete anos; a Confirmação ocorre quando o batizado atinge uma maior maturidade por volta dos quatorze anos. Por isso é que na pratica observamos, Batismo, Eucaristia e Confirmação.

Foto retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.

DEIXE SEU PEDIDO DE ORAÇÃO

Fique com Deus e sob a proteção da Sagrada Família
Ricardo Feitosa e Marta Lúcia
Crendo e ensinando o que crê e ensina a Santa Igreja Católica

Se desejar receber nossas atualizações de uma forma rápida e segura, por favor, faça sua assinatura, é grátis. Acesse nossa pagina: http://ocristaocatolico.blogspot.com.br/ e cadastre seu e-mail para recebimento automático, obrigado.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...