Pular para o conteúdo principal

Terço da Libertação - Igreja Católica

INICIO:

- Creio
- Pai Nosso
- Ave Maria

CONTAS GRANDES:

Se Jesus me libertar serei verdadeiramente livre.

CONTAS PEQUENAS:      

- Jesus, tende piedade de mim!
- Jesus, cura-me!
- Jesus, salva-me!
- Jesus, liberta-me!


FINAL:

- Salve Rainha

Origem do Terço da Libertação

"Se, portanto, o Filho vos Libertar sereis verdadeiramente livres" (Jo 8,36)

Regis Castro é o fundador da Comunidade Católica de Aliança Jesus te Ama, juntamente com sua esposa Maísa e com o Pe. Eduardo Dougherty, SJ. Esta comunidade foi fundada em 1984 é oficialmente reconhecida pela Arquidiocese de Campinas e seu carisma é a Evangelização pela Palavra de Deus, através de todos os meios de comunicação.

Regis e Maísa pregaram durante muitos anos nos grupos de orações, nos encontros da Renovação Carismática Católica, nos "Programas de Rádio Jesus te Ama" que chegaram a ser transmitidos em 160 emissoras no Brasil e nos Estados Unidos e também nos programas de televisão "Raboni e Você".

Um dos temas que mais inspiravam as pregações de Regis Castro era o capítulo 8, versículos 31, 32 e 36 do Evangelho de S. João: "E Jesus dizia aos judeus que nele creram: Se permanecerdes na minha palavra, sereis meus verdadeiros discípulos; conhecereis a verdade, e a verdade vos livrará". "Se, portanto, o Filho vos libertar, sereis verdadeiramente livres".

A partir deste texto, sempre meditado e sempre orado o Espírito Santo foi trabalhando o seu coração e suscitando novos textos, como: Mt 14,30: "Senhor, salva-me!" Lc 18,13: "Ó Deus, tem piedade de mim, que sou pecador!" Mt 8,2: "Senhor, se queres, podes curar-me".

O Espírito Santo foi agindo no coração e na mente do Regis e ele começou a afirmar frequentemente nas diversas pregações que fazia: - Jesus tem piedade de nós! / - Só Jesus cura! / - Só Jesus salva! / - Só Jesus liberta!

Por esta ocasião eram impressas cerca de 150 mil cartas mensais de Evangelização do melhor "Programa de Rádio Jesus te Ama" do mês. Estas cartas eram distribuídas em comunidades católicas e nos grupos de oração espalhados por todo o país.

Os testemunhos começaram a chegar falando do poder do nome de Jesus e de graças recebidas.

A Palavra de Deus crescia cada vez mais no coração do Regis e como a "boca fala do que lhe transborda o coração" (Mt 34b), as pregações seguiram o mesmo ritmo sempre enfocando os temas: - Jesus tem piedade de mim! / - Só Jesus cura! / - Só Jesus salva! / - Só Jesus liberta!

As pregações transformaram-se em livros e os testemunhos continuaram a chegar sem parar.

Certa noite Regis estava orando de madrugada e sentiu no seu interior uma forte moção do Espírito Santo para, a partir daquelas invocações "compor" um Terço o qual se chamaria "Terço da Libertação".

Este terço seria todo baseado na Palavra de Deus o que levaria quem o rezasse a experimentar o poder e a fidelidade de Deus através da Sua Palavra. Além disso, nele, o nome poderoso de Jesus seria invocado 206 vezes.

A Palavra de Deus suscitaria a Fé em Jesus Cristo e a invocação fervorosa do nome de Jesus levaria também a uma experiência pessoal com o Amor misericordioso do Senhor, pois Ele mesmo prometera: "Qualquer coisa que me pedirdes em meu nome, vô-lo farei"  (Jo 14,14).  e ainda: "Todo o que invocar o nome do Senhor será salvo" (Rom 10,13). "Em nenhum outro (nome) há salvação..." (At 4,12).

Obedecendo àquela inspiração divina Regis compôs o Terço da Libertação e posteriormente, juntamente com sua esposa escreveu um livro com todo o embasamento bíblico para que, quem o rezasse, o fizesse com o conhecimento do poder contido na Palavra de Deus e no nome de Jesus e assim não o reduzisse a uma fórmula mágica.

E o Terço da Libertação ficou composto da seguinte forma:

1. Professa-se a fé rezando o Creio.
2. Coloca-se em oração, na presença do Senhor Jesus a Sua promessa: "Se o Filho (Jesus Cristo) vos libertar sereis verdadeiramente livres" (Jo 8,36).
3. Em seguida, a primeira súplica: para o perdão dos pecados: - Jesus, tende piedade de mim (como o publicano)
4. Segunda súplica: pedindo a cura (física, interior ou emocional): - Jesus cura-me (como o leproso).
5. Terceira súplica: pedindo a salvação: - Jesus salva-me (como S. Pedro).
6. Quarta súplica: pedindo a libertação (dos pecados, dos vícios, das forças malignas, etc): - Jesus liberta-me (em resposta à promessa de Jesus: "Se o Filho vos libertar, sereis verdadeiramente livre").
7. Por fim recorre-se à intercessão de Nossa Senhora rezando a Salve Rainha e faz-se um louvor espontâneo agradecendo antecipadamente ao Senhor as graças recebidas (isto é tomar posse na fé da graça pedida.)

Foto retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.

DEIXE SEU PEDIDO DE ORAÇÃO

Fique com Deus e sob a proteção da Sagrada Família
Ricardo Feitosa e Marta Lúcia  
Crendo e ensinando o que crê e ensina a Santa Igreja Católica

Se desejar receber nossas atualizações de uma forma rápida e segura, por favor, faça sua assinatura, é grátis. Acesse nossa pagina: http://ocristaocatolico.blogspot.com.br/ e cadastre seu e-mail para recebimento automático, obrigado.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...