Pular para o conteúdo principal

O pecado transforma o herdeiro em escravo - Igreja Católica

Eu prisioneiro no Senhor, vos exorto a levardes uma vida digna da vocação que recebestes (Ef 4,1)

Fomos chamados a santidade. São Paulo na carta aos Efésios (1,4) afirma: “Deus nos escolheu, antes da fundação do mundo, para sermos santos e íntegros diante dele, no amor”.

A santidade não é algo opcional. Jesus em Mateus (5,48) disse: “Sede, portanto, perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito”. E o próprio Deus afirmou imperativamente: “Sede santos, porque eu, o Senhor vosso Deus, sou santo”. (Lv 19,2)


Mulheres sejam santas e através da sua santidade santifiquem a família e o matrimônio. Homens sejam santos, honrem o chamado que receberam de Deus, não se deixem escravizar por coisas pequenas.

Jesus alerta (Mt 26,41): “Vigiai e orai para não cairdes em tentação; pois o espírito está pronto, mas a carne é fraca”.

Analisando o “vigiai e orai” de Jesus, chegamos à conclusão que “orar” é bom e necessário, nada podemos fazer sem a oração, mas também é extremamente importante o “vigiar”. Não basta apenas orar pelo filho, pelo matrimônio, pela família ou pela conversão de alguém, é vital estarmos presentes na vida daqueles pelo qual oramos, para que não seja vazia nossa oração. O vigiar de Jesus não expressa falta de confiança, mas sim, demonstração de zelo por aqueles que amamos. “A carne é fraca”, não devemos dá espaço ao tentador.

Em (1Ts 5,17) São Paulo também alerta: “Orai sem cessar”.

O “sem cessar” de Paulo nos leva a acreditar que a oração tem que ser continua, ou seja, diuturnamente, e pensando assim, achamos ser um exagero, mas não é; devido a nossa fraqueza humana sempre que paramos de pensar no que é santo, abrimos espaço para os pensamentos impuros, e o pensar, muitas vezes nos leva ao agir. Já dizia São Tomás de Aquino: “Quanto mais o homem se afasta de Deus, mais ele se aproxima do seu nada”.

São Paulo na carta aos Gálatas (4,9) diz que antes, quando não conhecíamos a Deus éramos escravos do pecado, mas agora que conhecemos o Deus verdadeiro, como podemos nos deixar aprisionar por elementos tão pequenos e tão pobres.

Quantos, mesmo conhecendo a misericórdia infinita de Deus, conhecendo seu amor incondicional, e mesmo assim, se deixam aprisionar pelo adultério, pelo vício, pela mentira, pela fofoca, pela língua ferina, pelo julgar, pelo condenar, e por tantos outros deuses com “d” minúsculo, que como diz São Paulo nem deuses são.

Como filhos obedientes, não moldeis a vossa vida de acordo com as paixões de antigamente, do tempo de vossa ignorância. Antes, como é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos, também vós, em todo o vosso proceder. (1Pd 1,14-15)

Chega uma hora na vida em que o cristão tem que tomar consciência de que não é mais escravo, e sim filho, e como filho é herdeiro. É preciso tomar decisões, algumas delas radicais, só assim nos apartaremos definitivamente das armadilhas do tentador.

Sobre as medidas radicais que devem ser tomadas em nossa vida, disse o Papa Francisco:

"Ser cristão significa deixar-se renovar por Jesus nesta nova vida. Eu sou um bom cristão, todos os domingos, de onze ao meio-dia, vou à missa e faço isso como se fosse uma coleção. A vida cristã não é uma colagem de coisas. É uma totalidade harmoniosa, feita pelo Espírito Santo que renova tudo: renova o nosso coração, a nossa vida e nos faz viver num estilo diferente, num estilo que envolve toda a existência. Não se pode ser cristão a meias, a tempo parcial. O cristão a tempo parcial não funciona! Tudo, totalidade a tempo integral. Esta renovação é o Espírito quem nos faz. Ser cristão não significa fazer coisas, mas deixar-se renovar pelo Espírito Santo ou para usar as palavras de Jesus, tornar-se vinho novo."

Com toda a humildade e mansidão, e com paciência, suportai-vos uns aos outros no amor, solícitos em guardar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz. (Ef 4,2-3)

Texto: Ricardo e Marta
Foto retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.

DEIXE SEU PEDIDO DE ORAÇÃO

Fique com Deus e sob a proteção da Sagrada Família
Ricardo Feitosa e Marta Lúcia
Crendo e ensinando o que crê e ensina a Santa Igreja Católica

Se desejar receber nossas atualizações de uma forma rápida e segura, por favor, faça sua assinatura, é grátis. Acesse nossa pagina: http://ocristaocatolico.blogspot.com.br/ e cadastre seu e-mail para recebimento automático, obrigado.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...